Postagens

Mostrando postagens de 2017

Histórias não (ou mal) contadas: Segunda Guerra Mundial 1939-1945 - Rodrigo Trespach

Imagem
Gosto muito de livros que versam sobre a Segunda Guerra Mundial. Não sei bem como tudo isso começou, mas o fato é: um assunto que gosto muito, seja ficcional ou não.
Bem, esse livro, foi uma grata surpresa. Sempre fico de olho nas novidades, por isso, sigo várias páginas, sejam de editoras ou autores, bem como, outras que trazem novidades literárias. E nesse mar de informação, passou pelo meu feed esse livro. 
O livro é composto por 15 curtos capítulos que nos contam fatos históricos com linguagem simples e direta sobre diversas situações da Segunda Guerra. O livro de 238 páginas foi escrito pelo historiador Rodrigo Trespach, que tem outro livro dessa série (que também já está comigo para ler), o Histórias não (ou mal) contadas: revoltas, golpes e revoluções no Brasil.  Vamos saber sobre as mulheres na guerra, os aliados que nem sempre foram bonzinhos, a ciência nazista, as armas e a guerra da inteligência. São alguns dos fatos que iremos encontrar no livro, de forma não cronológica e co…

Olhos de Carvão - Afonso Borges

Imagem
Olhos de Carvão é um livro com 26 contos que dialogam com o leitor, como se estivéssemos debaixo de uma frondosa árvore ouvindo alguém nos contar histórias. Foi esse o sentimento que tive ao ler.

São histórias recheadas do sentimento mineiro de andar, falar e se relacionar com o outro. Para quem é de Belo Horizonte ou conhece a cidade, irá se reconhecer pelas ruas e avenidas de nossa cidade jardim.
O livro é daqueles de ler de um fôlego só, e para sempre reler e reler seus contos que mantém um pacto com o leitor dos vários causos ali presentes. Obrigada Afonso por esse carinho em forma de literatura!

Dentre eles, destaco seis que me chamaram a atenção:  
Em Gaza, os olhos de vidro e Lucas
Cova rasa, o delegado e o 32 cano longo
Na divisa, os olhos de carvão de Celeste
Roberto, França e o duelo na Savassi
Semímaris, Rio 40 graus e o colchão colorido
Duas mortes, um acidente e o amor, que tarda

E não vou falar deles para não dar spoilers. Mas leiam! Sintam-se sentados debaixo de uma frondosa árvo…

Quando os livros foram à Guerra: as histórias que ajudaram os aliados a vencer a Segunda Guera Mundial - Molly Guptill Manning

Imagem
Quando os livros foram à Guerra é um texto que ao mesmo tempo nos remete à paixão pela leitura, literatura e claro, aos livros, é um relato histórico de como os livros durante um conflito dessas proporções, pode ser bálsamo e alento para aqueles soldados no front. Gosto muito de obras que tem como objeto/personagem, o livro e tudo que cerca esse item mágico, sejam as bibliotecas, as livrarias, os livreiros, os editores e por aí vai.
O livro tem 270 páginas, e no Brasil foi editado pela Casa da Palavra, sua autora é Molly Guptill, ela é procuradora de justiça nos EUA, tem mestrado em História e doutorado em Direito, o seu texto tem como base as fontes históricas, trazendo portanto, fotos da época, e os dados disponíveis acerca do envio dos livros aos soldados americanos.
Dividido em 11 capítulos, vamos percorrendo desde a concepção da ida dos livros á Guerra, como todos os benefícios e também entraves à esse projeto. Personalidades, políticos, bibliotecários, livreiros e a população ameri…

A vida do livreiro A.J. Fikry - Gabrielle Zevin

Imagem
Esse livro estava na minha estante provavelmente desde a data de lançamento dele no Brasil, ou seja, no ano de 2014. O fato é que de 2013 a 2017, estive envolvida com o doutorado, e então a partir da agora, as leituras de lazer voltarão e com força total (assim espero). Na retomada, eu tenho escolhido livros mais curtos e leves, para então na sequência ir para as leituras maiores e mais complexas. Então, vamos ao livro!

A vida do livreiro A.J. Fikry é um livro curto, tem 186 páginas e foi editado no Brasil pela Editora Paralela. Não conheci a autora - Gabrielle Zevin. Acredito que comprei esse livro, assim como outros que estão relacionados à temática do livro, leituras, livrarias, bibliotecas, por que são textos, que particularmente gosto muito. Aprecio conhecer a visão do autor acerca da temática, e então me apareceu um livreiro.
O núcleo principal da história é composto pelo livreiro - A.J. Fikry, Amelia Loman, a representante de uma editora e a filha de A.J. O improvável acaba po…

Velórios - Rodrigo Mello Franco Andrade

Imagem
Durante esses últimos quatro anos, abdiquei de muitas coisas para fazer meu doutorado. Larguei leituras agradáveis, filmes, séries, momentos de ócio e minha vida em particular. Foram os últimos anos mais difíceis para mim, depois de dois golpes que sofri com a morte do meu pai de forma prematura, e anos mais tarde com a morte da minha mãe. Por que digo isso?
Porque para mim, o estado de espírito e a vida no cotidiana refletem bem o que você vai ler ou não vai ler. A despeito, de não ter tempo na minha rotina desses anos, me dividindo entre o trabalho, as disciplinas, as leituras nada agradáveis, as responsabilidades dos prazos acadêmicos, e por fim, a escrita. Não tive tempo de ler o que queria, refletir a vida, apenas vivi, ou diria sobrevivi. Entrega uma das últimas versões da tese, antes da defesa. Agora vem os famosos ajustes e então marcar o dia da defesa.  Estou em um misto de ansiedade e desejo de libertação, não vejo a hora de passar por isso e voltar à minha rotina pacata e …

Desafio de leitura em 2017 - #12MESESDEPOE

Imagem
Passeando pelo Facebook ontem, encontrei uma postagem que falava sobre um desafio de leitura intitulado #12mesesdepoe. É simples, a proposta da Anna, em seu blog é passarmos o ano com Poe.
Confesso que sempre ouvi falar de Poe e sua fantástica escrita, mas até o momento não tive tempo/oportunidade/interesse em lê-lo, mas depois da postagem da Anna, me interessei.
Vou deixar aqui algumas informações e os links para o desafio: a postagem da Anna explicando direitinho o desafio, com o cronograma e tudo, você pode clicar aqui.

Corre lá gente e veja como participar, as discussões são mensais no grupo do Facebook e assim quem já conhece a escrita de Poe pode contribuir, e outras, que como eu, nunca leu, é uma boa oportunidade para começar no universo de Poe.
Bom desafio a todos e ótimas leituras!
#12mesesdePoe 
Por Letícia Alves 

Mais um ano findou...

Imagem
Mais um ano findou.
E se repetem, os nossos balanços, as nossas metas, os nossos sonhos, as nossas crenças. O ser humano precisa de rotina, a mínima pelo menos para seguir adiante.
Penso que cada dia que nos levantamos, é mais uma oportunidade que nos é concedida. Pode parecer clichê, mas é a verdade, quer queiramos ou não. Mas nos últimos anos eu tenho preferido viver um dia após o outro, sem grandes sonhos, grandes metas, grandes planos. 
Digo isso, por que sempre me lembro de um versículo que escutava quando menina:
"Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal." Mateus 6:34
Então sigo esse versículo, e confesso, depois disso, tenho estado menos ansiosa, e mais feliz. É um aprendizado, e cada um saber o que é melhor para si, e qual é o seu momento.
Foi um ano difícil? Para mim pessoalmente, foi sim. Mas cada coisa que nos acontece seja ruim ou boa, tem um valor para nossa existência, maturidade e cr…