Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Das dores do corpo e da alma...

Imagem
Eu acredito que todo ser humano em algum momento da sua existência terrena, já parou, sentou e se perguntou até quando sentiria dores, seja as do corpo ou da alma.
Mas imediatamente, não importando qual religião ou mesmo se não há espiritualidade em jogo, a resposta que nos damos é que tudo cessa com a morte.
Só que enquanto esse destino derradeiro chega, é inevitável meu caro, sentir dores sejam quais forem.
Algumas são brandas e passageiras, outras insistem em permanecer como se tivesse alojado ali de mala e cuia, e falasse, daqui eu não vou sair.
Outras dores aparecem assim despretensiosamente, de um jeito que você não percebe e se instala, são profundas, deixam cicatrizes, e muitas vezes podem não fechar.
Na complexidade da dor, nos resta, viver um dia de cada vez, tentando amenizar um pouco de cada dor que surge ou daquela antiga que ainda não foi curada.
Que as dores seja do corpo ou da alma, um dia se acabem, e assim, então, eu, você, sentaremos e não perguntaremos até quando sentire…