A vida útil do fim do mundo - Matheus Rocha

Imagem Arquivo pessoal/2019



ROCHA, Matheus. A vida útil do fim do mundo. Pernambuco: Pedra de Mó, 2017. 89 páginas.

Mais uma vez nessa coletânea de contos - ao todo são 11 contos e o último dá título ao livro - o autor nos traz para o nosso cotidiano. A escrita fluída de Matheus o coloca próximo (e percebemos a influência de Clarice Lispector e Caio Fernando de Abreu) de outros contistas que sabem como nos dar uma ótima história. História essa que pode muito bem ser da sua vida ou de alguém à sua volta.

" A vida de todo dia não volta, e eles sabem - já sabiam, mas agora sabem em voz alta." página 27

"Ouvi (ou li, já não me lembro mais) que um relógio parado (atrasado?) marca a hora certa em outro lugar. p.32

"Mas não tem abraço nenhum ao fim da ponte, só um aquecedor em todo canto que dá essa falsa impressão de aconchego." página 56

"E todos já sobreviveram à outros fins de mundo. A vida útil: três dias, e só. O anterior, o durante, e o depois." página 80


Leiam gente, leiam!

É um livro para ler e reler, deixei algumas passagens para que vocês se sintam instigados à conhecer a escrita do Matheus.

Deixarei os contatos dele aqui, para que você adquira seus livros. Vamos prestigiar nossos autores contemporâneos nacionais.

Contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/matheusrocha.cure
Twitter:@Mateosteus



Para ler minha impressão sobre a leitura do primeiro livro do Matheus, clique aqui.


Avaliação: 


Por Letícia Alves 


Comentários

Tatiana Moreira disse…
Mais uma dica valiosa!
Gosto muito do escritor!