Não conte a ninguém - Harlan Coben



COBEN, Harlan. Não conte a ninguém. São Paulo: Arqueiro, 2009. e-book



Meu primeiro livro desse autor, o primeiro contato foi com a série da Netflix, Safe, na qual ele é o roteirista. Como gostei da série e da trama construída, lá fui eu para a leitura do livro, que também tem um filme em francês (não gostei do filme, não assistam, apesar de gostar muito do cinema francês, a transposição para tela não foi boa, talvez o cinema americano fizesse melhor).

Aqui encontramos um casal apaixonado, e o livro já começa com um evento ocorrido há 08 anos: a morte de Elizabeth, a esposa do dedicado médico David. Na beira do lago, comemorando o aniversário do primeiro beijo entre eles, há um ataque, e Elizabeth morre, e David fica ferido e não se lembra de muita coisa depois das pancadas na cabeça que levou do (s) assassino (s).

Nesse cenário temos início da trama que nos faz ir e voltar no passado e presente dos personagens, tentando assim entender e montar o quebra-cabeça do motivo pelo qual mataram Elizabeth e deixaram David vivo.

Ao receber um misterioso e-mail com informações muito particulares em que apenas ele e Elizabeth sabiam, desencadeia-se diversos eventos que envolverão David, a família de Elizabeth, amigos e todos que de alguma forma tiveram ligação com ela.

Perseguição, mais e-mails, ligações telefônicas misteriosas, fugas e esconderijos são elementos que você irá encontrar durante a narrativa, sempre pautada pelo suspense, que ao final se revelará e você ficará de queixo caído.

Recomendo a leitura dessas 256 páginas e você não se arrependerá. Você começa o livro, e não quer largar para saber o desfecho. Recomendo também a série Safe, e pretendo ler outros livros do autor.

Avaliação: 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Histórias não (ou mal) contadas: Revoltas, Golpes e Revoluções no Brasil - Rodrigo Trespach

Rubem Alves Essencial : 300 pílulas de sabedoria

Mapa de influências literárias