segunda-feira, 25 de maio de 2015

Para sempre Alice - Lisa Genova

Imagem da Internet


Poucos livros me encantam assim rapidamente. Para sempre Alice de Lisa Genova é um desses livros.

Geralmente ficamos com um pé atrás com livros que vão para a grande telona. Eu não tenho esse problema, pois trato como duas histórias diferentes. A do livro é uma e do filme outra. Mas sempre dou preferência para a leitura do livro, e depois vejo o filme (não é sempre que faço isso). E com Para sempre Alice, preferi ler o livro antes de ver o filme, apesar de gostar do trabalho da Juliane Moore. 

O livro é um romance não somente sobre o Alzheimer, mas sobre a fragilidade humana, a fraternidade e ao mesmo tempo de força.

A renomada professora e pesquisadora Alice Howland, que atua na área de linguística, é diagnosticada com o mal de Alzheimer de instalação precoce. Ainda no auge da carreira profissional e da idade, o diagnóstico chega e muda toda a sua vida, e de sua família. Ela é casada com John, também professor em Harvard e tem 3 filhos, dos quais, Lydia, a caçula, é a que mais tem conflitos e encontra-se distante da mãe.

Depois do diagnóstico e do avanço da doença, Lydia será peça principal na nova trajetória de Alice em seu novo "mundo". Uma história que comove, nos faz pensar na brevidade da vida, e na fragilidade do ser humano. Mas também nos ensina sobre amor, paciência, negação, força e superação.

Recomendo a leitura!


Por Letícia Alves 

2 comentários:

Fernanda Reali disse...

Ainda não o li, sóumas dez páginas na livraria. Vi e revi o filme, amei,postei sobre ele no site daDivitae. . Ótimo post! Beijoooos

Nany C. disse...

Deu vontade de ler!

Beijos no coração, Lê!

;)