terça-feira, 31 de dezembro de 2013

O meu ano novo...



Muito se fala em Ano Novo, mas está correto, levando-se em consideração o calendário humano. Mas há muito tempo eu penso que o ano novo não existe!

Calma!

Não tentarei esvaziar as ceias fartas, os brindes e todos as felicitações. Sendo essas últimas vindas de gente que você nunca viu, e, principalmente, daquelas pessoas falsas que durante o ano nem se importavam com você, e de repente se tornam tão cristãs e verdadeiras.

Mas o ano novo não existe!

O que existe é a nossa vontade diária de mudar, de ser feliz, de estar junto a quem se ama, e o mais importante, permanecer com caráter em quaisquer circunstâncias que a vida nos apresente!

E vou assim, seguindo minha vida a cada dia como se fosse o ano novo. 

O meu ano novo!


Por Letícia Alves


3 comentários:

Ingrid disse...

certíssima!
um lindo 2014 amiga!
beijos e beijos cheios de saudades..

Diego Augusto disse...

São muitas as crendices, as fantasias, os rituais. A passagem de ano é mais um desses eventos humanos. Abraços.
-Distante do Sol-

author casulo-online disse...

Eu acho que o natal, ano novo, é mais uma brecha para que os bêbados, os supersticiosos, entrem em ação rss

Pra mim, essa época é a possibilidade dada ao ser humano de comemorar os degraus alcançados e refletir muito, sem heresia. Só que a maioria “reflete” no campo material e físico, e essas “reflexões”, assim como tudo que é físico, é ilusório...

Beijinhos, sister

Casulo online@