segunda-feira, 10 de junho de 2013

Várias... Variáveis...

Foto: Juvio ER Oliveira


Várias variáveis sempre passaram por minha vida. Anos e anos a fio sem nada sentir efetivamente na vida,nem suas cores, aromas ou sabores. Pensei muitas vezes em desistir, e fui por outros caminhos “não convencionais”, a vida foi passando, anos a fio, um castelo construído.

Desisti dos sentimentos, fechei-me, tranquei-me dentro de uma alma despedaçada, que apenas “existia”, por que meus olhos se abriam a cada manhã.

Em um momento crítico da vida, tentei dar cabo ao meu sofrimento, de forma rápida e indolor. Mas o destino ou qualquer que seja o nome dado à essa caminhada terrena, não o quis. E eu continuei aqui, meio que sem saber o que fazer, como agir.

Mais tempo se passou, eu já não acreditava em mais nada, porém, novamente, a vida, o destino, me colocou frente ao novo, a um turbilhão de emoções jamais sentido.

Ele me encontrou, nos encontramos, e eis, que meu coração bateu mais forte, lá no fundo ele sabia que agora sim, mesmo com medo ou qualquer outro sentimento que “podasse” minha felicidade, era hora de se permitir, de nos permitir.

E foi assim, meio que sem querer, e ao mesmo tempo querendo, que comecei de forma vagarosa e sensível que eu fui me abrindo. Ele tirou o primeiro tijolo e dia após dia eu fui me deixando levar.

Nunca me abri assim, nunca me senti assim, nunca amei alguém, nunca me senti confortada, querida e ou desejada.

Sabe, eu te amo. Assim do meu jeito, sem conseguir falar, mas de forma sincera, verdadeira e intensa, plena e amorosa.

Queria ser pra você tudo, eu tenho tentado a cada segundo, minuto, dias, semanas e meses, ser e lhe dar o meu melhor. Mas talvez eu não esteja conseguindo, mas tenha CERTEZA do meu AMOR, meu CARINHO, minha DEDICAÇÃO, e tudo que eu SINTO por você.

Eu te amo e te amarei para sempre!

Bisous Toujours!


Tu es mon amour très veritáble!

Por Letícia Alves

4 comentários:

Juvio ER Oliveira disse...

Querida Letícia você representa muito mais do que imagina...
Eu lhe disse uma vez:
Vou amá-la e respeitá-la...
Mantenho essa minha singela promessa.
Mesmo que um dia você venha a não mais desejar minha presença ao seu lado.
Afirmo que continuarei a amá-la e respeitá-la,mesmo que a distância.
O bem que me faz é sem tamanho.
Je t'aime ma petite.
Bisous Toujours!

Ingrid disse...

Que lindas declarações....
De resto,é viver um dia de cada vez na certeza que o futuro depende de nós...
E do amor partilhado!
Beijos querida.

Roseli Pedroso disse...

Letícia você não faz ideia do quanto fico feliz em te ver experimentando esse momento tão único. Sou romântica por natureza e adoro ver encontros. O ser humano nasceu para viver ao lado de outros. Seja amigos, namorados, maridos, ficantes, amantes...Enfim, solidão nem pensar. A sua alegria, bem estar e felicidade se irradia por toda parte. Não pense no depois, no amanhã. Viva intensamente o agora.
Desejo de coração que vocês sejam felizes juntos.
Bjs

CE disse...

Eu sempre fui aquela que teve medo de viver momentos felizes, porque parece não é compatível com a realidade.
Mas entre teorias e sentimentos, eu sei que é possível um amor ser eterno, pelo menos enquanto durar... os dias tem que ser vividos um a um, e sobretudo sem medo.
Sejam felizes um com o outro, e que juntos vençam os obstáculos.

Tao feliz de te ver feliz ;)