quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Tempo e nostalgia...


E o tempo passa assim: meio devagar, meio depressa. Depende muito do nosso estado de alma, pois o calendário e o relógio costumam ser os mesmos (não vou discutir a interferência humana no tempo).

Você olha para trás, e sente aquela pontinha de nostalgia, de algo bom e que em determinado contexto aqueceu seu coração. Você consegue até ouvir os sons de risadas saborosas e respirações ritmadas com o pulsar do coração.

Mas de repente, você olha em frente, e vê que seguindo os passos deixados para trás, em algum outro momento, haverá um tempo em que seu coração vai se aquecer novamente.


Por Letícia Alves

2 comentários:

Daniel disse...

Essa sensação é fantástica e ela dura apenas alguns segundos. É como se pudessemos por alguns micro momentos lembrar bons momentos que ficaram eternamente em nosso passado.

A foto é linda e demonstra bem o objeto da postagem.

Daniel

CE disse...

Tudo que aconteceu de bonito faz reviver as expectativas, e motiva.
A vida não dá folga, como já disseram, e encher nossa caixinha de lembranças boas depende de nós, então o jeito é fazermos mais limões em limonadas num é, veia! rs

Lots of love!