Meme Literário de Um Mês - 2012 - Dia 02

 Qual foi o último livro que leu e qual é o próximo livro que lerá? 
(Fale um pouco sobre eles)


O último livro que li foi Branca de Neve e o Caçador, não vi o filme, por pura falta de tempo, e o livro eu comprei numa ida à livraria e estava em promoção. Como leio bastante no ônibus e eu não tenho medo de livros sejam grandes ou pequenos, percebi que precisava de ler algo mais light no momento. Pois tinha lido muitas páginas acadêmicas para escrever um projeto, e precisava me distrair.


É um livro para lazer mesmo, sem pretensões de ficar pensando muito e de leitura fácil, eu recomendo pra quem quer ter uma nova visão do clássico conto de fadas e para deixar a cabeça leve.

Já a minha próxima leitura, fica difícil escolher, pois leio vários ao mesmo tempo, e como eles estão inacabados, ainda não pensei na minha enorme lista de livros a ler, qual seria o da próxima vez. Depende muito do meu estado de espírito, se é que vocês me entende, para que o livro me escolha.

Mas de qualquer forma, estava pensando em ler Palavras para desatar nós, do Rubem Alves. Além de ser um escritor que prezo muito, a sinopse do livro foi extremamente atraente e decisiva na minha compra. 



Olha só: 

Você está lendo uma frase, um parágrafo. De repente, surge um sorriso em seus lábios. Todos nós já vivemos algo assim. Trata-se do poder da palavra. Para além ou para aquém do que o autor queria dizer, aquela ideia lhe trouxe à lembrança uma experiência prazerosa, ou talvez o tenha levado a devaneios divertidos ou interessantes. Seja como for, é evidente o poder da palavra. Ele se manifesta, por exemplo, quando um texto nos descola do aqui e agora, do pressuposto ou já conhecido, transportando-nos para outras paragens, outros modos de ver e sentir. Esse é um jeito de desatar nós. Deixar-se conduzir pela mão do autor aos cenários os mais diversos, espiando o mundo com outros olhos.


Vamos ver como me saio no meu mundo de livros, mas por enquanto é isso.


Por Letícia Alves

Comentários

Roseli Pedroso disse…
Letícia ainda não li também esse livro. Mas pode ser uma boa pedida. Vou colocar como sugestão de compra pra biblioteca. Já Rubem Alves é tudo de bom né? Gosto muito dele e esse trecho que você colocou é lindo! Palavras tem esse poder de mexer com nossas emoções.
Bjs
Eu escolho por todos esses requisitos que você comentou e releio por amor aquele livro que sempre tem algo escondido nas entrelinhas, estou relendo "Amar,verbo intransitivo" do Mário de Andrade.

Bjs.
Pandora disse…
Eu li Branca de Neve e penso dele a mesma coisa que você, é bom para esvaziar a cabeça, leitura levinha as vezes faz bem.

E o de Rubem Alves só pelo titulo já é convidativo!!!