segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Blog Action Day 2012 - What is the Power of We about?

Qual a sua força?


A nossa força vem do interior, do fundo da alma, naqueles momentos em que você pensa que nada vai dar certo, que não vale a pena, e que tudo se perdeu. É nesse instante em que você traz a tona uma força inimaginável.

Bom, eu teria vários momentos para exemplificar a força que esteve em mim naquelas horas que eu jamais imaginei que fosse conseguir passar por determinado problema ou dificuldade, então escolhi um dos primeiros desafios vencidos.

Ainda quando criança, por volta dos 3 anos de idade, eu sofria um trauma psicológico que paralisou minhas pernas e eu parei de andar. Uma criança que tinha acabado de aprender a dar seus primeiros passos, tinha a sua caminhada interrompida.

Esse episódio ficou apagado da minha memória, sei da história pelos meus pais (in memoriam), pela minha avó paterna (in memoriam) e pessoas próximas da minha família.
Claro que com o auxílio da minha mãe e de médicos competentes da área de ortopedia do Hospital da Baleia aqui em Belo Horizonte - MG, iniciei meu tratamento. Um tratamento longo, dolorido e discriminatório. Isso se iniciou em 1978 e se estendeu até 1990, usei várias botas e sapatos ortopédicos, não participava das atividades da escola e nada que as crianças da minha idade faziam. Não usava sandálias, nem tênis etc., lembro até que o primeiro tênis eu ganhei era verdade da marca Redley.

Sim, eu tirei forças lá de onde não imaginava que tinha e o apoio da minha mãe e cuidados constantes foram determinantes para a recuperação dos meus passos, e da continuidade da minha caminhada física, emocional e intelectual.


Antes de perder os movimentos das pernas


Já em tratamento - com 6 anos de idade na formatura do primário


Graduando em 2005 no curso de Biblioteconomia na UFMG

Atualmente, Julho de 2012 - Bibliotecária da UFMG e Mestre em Ciência da Informação - UFMG


Eu agradeço todos os dias!

Qual a sua força?

Por Letícia Alves


*Essa postagem faz parte do Blog Action Day 2012

2 comentários:

myra disse...

o livro de Stefan Zweig, 24 horas, é UMA MARAVILHA!!!!!!li e reli mil vezes desde faz anos!!!

CE disse...

Eu não conhecia essa história e ela explica muita coisa...
Parabéns Lê, é uma história de forca mesmo, e muita!