segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Ao sabor das estações...

Biblioteca Alceu Amoroso Lima - Coquetel de lançamento do "Diário das Quatro Estações" - Caminhos & (Des) Caminhos

Era praticamente inevitável que aqueles aromas chegassem até mim, a sensação única dos ruídos da grande cidade, mas ao mesmo tempo seu terreno acolhedor. 

Estar novamente na Paulicéia Desvairada, nem que seja por pouco tempo, algumas horas, talvez, trouxeram-me uma infinidade de sensações novas, mas também aquelas já por mim conhecidas.

O tempo é outro, as pessoas são as mesmas, mas os sentidos se aguçam, se misturam em um torpor de emoções. Vez por outro, uma batida mais forte no coração, um suspiro profundo, todas as estações em uma, uma em todas as estações.

E ao sabor das estações pude passar poucos dias, mas infinitas horas acompanhada de sabores, cores, sons e emoções de linhas e cores, música e amores.

Breve estadia, horas intermináveis, sensações únicas...

Sim, eu volto, com outros sabores das estações.


Por Letícia Alves

3 comentários:

CE disse...

Sensacoes únicas, como você bem disse :)

Lu Guedes disse...

Adorei suas linhas... Me deixou aqui com saudades dos nossos diálogos de sexta a noite... Deliciosos momentos, já estou em compasso de espera...
bacio

Ingrid disse...

e muito bons momentos...
=)
beijuuu