segunda-feira, 2 de julho de 2012

Leveza na alma...



Por vezes é preciso ir bem fundo, para então voltar à tona. Sentimentos diversos e desconexos de um ser em constante ou até inconstante transformação. Intensidade no ódio, no amor, no desprezo, no carinho e em tantos sentimentos diversos. 


Avessos e (des) avessos de uma vida, enfim...


Menina, mulher, companheira, confidente, ri, chora, sente, escreve, lê, sorri e pensa em alta voz... Todas, e uma só, um sentimento que flui ou não nesse mundo tão desconexo das ideias que ela tem.


Convivências turbulentas e por vezes felizes, momentos diversos e intensos de um lado que não mais quer vir a tona.


A vida tem dessas coisas...


O encantamento vem de um gesto, um sorriso, e o desencantamento vem de forma rápida e intensa, apenas por um gesto ou até mesmo da insinuação deste.


Pontos finais são importantes assim como os parágrafos em nossas histórias de vida...




Por Letícia Alves

Um comentário:

Diego Augusto disse...

Pontuar bem a vida, às vezes, é uma tarefa difícil para mim.