Leveza na alma...



Por vezes é preciso ir bem fundo, para então voltar à tona. Sentimentos diversos e desconexos de um ser em constante ou até inconstante transformação. Intensidade no ódio, no amor, no desprezo, no carinho e em tantos sentimentos diversos. 


Avessos e (des) avessos de uma vida, enfim...


Menina, mulher, companheira, confidente, ri, chora, sente, escreve, lê, sorri e pensa em alta voz... Todas, e uma só, um sentimento que flui ou não nesse mundo tão desconexo das ideias que ela tem.


Convivências turbulentas e por vezes felizes, momentos diversos e intensos de um lado que não mais quer vir a tona.


A vida tem dessas coisas...


O encantamento vem de um gesto, um sorriso, e o desencantamento vem de forma rápida e intensa, apenas por um gesto ou até mesmo da insinuação deste.


Pontos finais são importantes assim como os parágrafos em nossas histórias de vida...




Por Letícia Alves

Comentários

Anônimo disse…
Pontuar bem a vida, às vezes, é uma tarefa difícil para mim.

Postagens mais visitadas deste blog

Rubem Alves Essencial : 300 pílulas de sabedoria

Histórias não (ou mal) contadas: Revoltas, Golpes e Revoluções no Brasil - Rodrigo Trespach