domingo, 15 de maio de 2011

Reflexões sobre o amor...


E o amor não era aquele verbete no dicionário, tão pouco aquela palavra dita e repetida todos os dias ao sabor do vento...
Era mais que um sentimento nobre, preciso, disperso, e por vezes indeciso.....
O amor para ela era difícil de definir, mas necessariamente constante naqueles dias.

A falta dele, o amor, trazia novas sensações, novos contatos, mas nada daquilo ela queria,
Queria apenas amar....
E não importava se estava longe do seu alcance,
Ela faria tudo que fosse possível humanamente para ter e sentir novamente.

Mas o amor continuava indecifrável, indizível, apenas sentido, vivido, compartilhado....
O coração dela sabia,
Suas mãos e seus lábios o conheciam,
O vento que passava contava a ela que ele estava ali por perto....

E um olhar sempre lhe dava a segurança,
Que aquele amor era possível....

Por Letícia Alves

6 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Linda reflexão, Letícia querida!!

O amor vai sempre além de qualquer palavra ou sensação... porque ele é simplesmente sublime!

Um beijo carinhoso, amei!

Francy´s Oliva disse...

Refletir ou falar sobre ele eu acho muito difícil, porque, falar de um sentimento que tem varias formas ou melhor é interpretado de varias formas.É simplesmente complicado.
bjs

Katy disse...

Enquanto existe amor, ele é possível...
Aliás, tudo é possível com amor....
Beijos.

Ingrid disse...

o olhar.. até ele por vezes se perde..
beijo linda amiga e boa semana

Aline Patrícia disse...

E acho que é esse acreditar no possível que não devemos perder, é ele que pode nos levar além.
Lindas palavras, julgamento lúcido, gosto da esperança cultivada com os pés no chão.

Beijos

Cris disse...

Um dia talvez eu consiga escrever sobre o que é o amor... por enquanto estou me concentrando em aprender a desaprendê-lo.

Beijos Let