domingo, 29 de maio de 2011

Descobertas ...... (II)





Uma troca de olhares,
Que reacendeu em ambos,
Aquele amor e romantismo,
Já adormecidos, congelados.


Cada dia, cada hora,
Uma nova espera,
Um novo sorriso,
E a felicidade,
De termos nos encontrado.


E ele me dizia que,
Eu era assim como ele sempre sonhou,
Disse certa vez "Me belisca pra eu saber se estou sonhando."


Não, não era sonho,
Era bem real,
Mesmo que alguns quilômetros,
Nos separasse,
Mas a fibra ótica nos,
Unia.


E o inverno chegou,
Mas já não era frio,
Meu coração estava aquecido,
E o dele também.


E o hiato que nos separava,
Em breve iria acabar....




(continua ....)

Um comentário:

A.S. disse...

A vida é uma descoberta permanente... e quase sempre nos surpreende!!!


Beijos!
AL