Chuva....



E o som da chuva,
Trouxe a lembrança,
Do seu toque,
Sempre terno e cuidadoso.

E a chuva que caía,
Pela vidraça,
Se assemelhava,
As lágrimas derrubadas a cada noite.


Não se entristeceu,
Pois sabia,
Que após aquela chuva,
Tudo renasceria,
Com mais força,
Mais cor,

Inclusive aquele amor....

Por Tempestade

Comentários

Katy disse…
Ah, essas lembranças...a chuva geralmente me lembra coisas tristes....mas os dias lindos, estes me lembram de amores, aventuras...
Ótimo final de semana!
Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

Rubem Alves Essencial : 300 pílulas de sabedoria

Histórias não (ou mal) contadas: Revoltas, Golpes e Revoluções no Brasil - Rodrigo Trespach

Mapa de influências literárias