sábado, 23 de abril de 2011

Mundo que gira....


E o mundo girava,
Vezes rápido, vezes devagar,
Os ventos sempre tomavam
Outra direção.



Ela olhou para o céu,
As nuvens passavam,
Levando seus pensamentos.



Pensamentos diversos,
Livres e ao mesmo tempo,
Aprisonados naquele amor.



Ela vestiu aquele vestido florido,
Leve como sua alma naquele instante,
E lá se foi aquela menina que ainda,
Não é uma mulher, mas ama intensamente...


Por Tempestade

2 comentários:

Ingrid disse...

o amor não tem idade nem maturidade..
ele simplesmente vem..
beijos linda Letícia

Flavio Ferrari disse...

Comi diria meu amigo português ... muito gira ...