segunda-feira, 25 de abril de 2011

Devaneios...


devaneios de um dia sem ti,

desequilibrio que não me deixa seguir,
ventos que me impelem a ir....




ao seu encontro sempre.



vivências diárias de amor,
em vão,
senão....





alma que transcende,
cala meu coração,
que bate forte,




ao ver aquele olhar....

3 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Bonito poema de amor ...

Florisbella disse...

Entendo que pra você seja melhor ler. Pra mim também era, mas chegou um momento em que precisei extravasar, colocar tudo pra fora sabe ? Seu post, apesar de pequeno, diz muita coisa sobre os seus sentimentos. É um bom começo, né ?

Beijos da Flor

Francy´s Oliva disse...

:) constantemente fico em devaneios e muitos vezes cala o meu coração.
bjs boa semana para ti.