quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Novo Ano... não espere por um milagre, somente siga em frente, sem desistir


Recebi esse texto por e-mail e compartilho com vocês.


Novo Ano... não espere por um milagre, somente siga em frente, sem Desistir
por El Morya Luz da Consciência - nucleo.elmorya@terra.com.br
 
"Você me chamou, então, eu vim! 
Porém, é assim que você me recebe? Como espera que eu circule livremente por essa casa tão desorganizada? 
Sou força livre, preciso de espaço. Não entro em casas fechadas e desarrumadas. 
Se o seu ambiente está bagunçado, os encantos que eu trago ficam bloqueados pelo amontoado de tralhas, tranqueiras jogadas, caixas e lixo acumulado que você guarda para usar algum dia, sem perceber que esse depósito de entulho só bloqueia o seu caminho. 
Meu nome é Prosperidade, mas só entro e permaneço na residência de quem está preparado, de verdade, 
para me receber, quem se acerta se limpa e cura a si mesmo, para valer. 
Se água vaza em jarro rachado, prosperidade não flui no caos. Quem chama a força da prosperidade, precisa compreender que, se o ajuste não começa em si mesmo, todo o resto fica ao relento. 
Seja mais esperto, pare de sofrer com os bloqueios que você mesmo causa em sua vida. Renove-se. Jogue fora o que não serve. Mude, antes que a vida mude você! E não perca o seu tempo me evocando, enquanto você não aprender a lição mais básica de quem deseja ser próspero: casa limpa!" (O Segredo da Prosperidade - por Frank)
Você já está com a sua casa limpa? 
E o seu templo mais sagrado, o seu coração, sua casa interna, também? 
Prontas para receber a prosperidade tão desejada? No final de um ano para outro, renovam-se para todas as esperanças de que o ano vindouro seja diferente daquele que passamos, geralmente cheio de contratempos, dificuldades, coisas boas e nem tão boas assim, com catástrofes naturais e aquelas provocadas por nós mesmos. 
 
Se pararmos para refletir, no último final de ano foi igual, e no anterior, também, e, assim, se voltarmos ano a ano na nossa história, encontraremos a mesma situação: depois de um período com coisas boas e ruins, almejamos que o seguinte seja diferente em todos os sentidos. 
Pedimos mais prosperidade em todos os setores de vida, e a esperança renova os corações.

Esperança, segundo o dicionário, é uma crença emocional na possibilidade de resultados positivos relacionados com eventos e circunstâncias da vida pessoal. 
Esperança, como o mundo vê, é um anseio por algo que pode ou não ocorrer. 
 
A esperança requer perseverança - acreditar que algo é possível mesmo quando há indicações do contrário. E o que poderia ser contrário aos nossos desejos, se sabemos que Deus só quer o melhor para nós?

O que fazemos, ou não, para que algumas esperanças não sejam realizadas?
Luís de Camões dizia assim: "Jamais haverá ano novo, se continuar a copiar os erros dos anos velhos".
Se refletirmos com muita honestidade, o que mudamos em nossas atitudes? O que limpamos de nossas vidas?
Aqueles que são sensatos e inteligentes mantêm a antiga tradição de limpar (literalmente) a casa. 
 
Jogar fora aquilo que não presta mais. 
 
Dar para alguém que precisa os excessos não utilizados. Organizar papéis, gavetas, contas, pintar paredes, lavar tapetes e cortinas, mudar os móveis, nem que seja só de lugar, enfim, materialmente deixar tudo pronto: largar o velho e avançar para o novo.

Tirar o mofo... mas, e dentro de nós? O que continuamos a guardar?
A esperança para o espírito é "uma profunda confiança em Deus é "alegria, fé, amor, mas só se torna conquista quando existe mudança e crescimento".
Para limparmos a casa interna, é necessário estabelecermos uma profunda ligação com a natureza espiritual, e isso hoje se traduz na pergunta: o que estivemos semeando em nossa vida? Ajudamos os semelhantes com um coração aberto, sem nada cobrar? Respeitamos a nós e aos outros? Estamos em paz interiormente, com nossa consciência? Assumimos nossas atitudes boas e ruins? Falamos sempre a verdade, mesmo que ela mexa com nossa vaidade?
Pois nesse momento planetário, esse será o diferencial que fará com que realizemos nossos sonhos.
Agora é o momento de largar as velhas e dolorosas memórias, o que nos ajudará a limpar o corpo emocional de todo lixo tóxico, de todas as mágoas sofridas, das violências e falta de amor recebidos. 
É a hora do deixar ir, de conhecer a verdade para sermos livres. Só de coração aberto, conseguimos ser honestos e jogar o lixo fora, renascendo para luz.

"O que está contido no interior é refletido no exterior. Se o nosso interior está realmente limpo não precisamos temer o futuro. É desperdício de energia.
Esta era é de nascimento de uma nova consciência, uma nova maneira de pensar, com honestidade inviolável, daqueles que sabem que não adianta mais esconder a verdadeira identidade, porque ela será colocada a nu, pois, tudo virá à tona.
Vamos nos concentrar em um futuro feliz, simplificando a vida. Limpando os velhos débitos, as desordens e as emoções já ultrapassadas. 
 
Deixando a casa interior pronta para receber e sustentar as novas energias
Que a Verdade, o amor e a essência verdadeiras não tenham opostos, pois elas não se originam no reino da dualidade. Que todos possam praticar o amor livre de condições.


Conquiste a sua liberdade se desprendendo de tudo que imagina, e viva com muita de paz, equilíbrio e realizações.



4 comentários:

Flavio Ferrari disse...

É como dizia meu avô ... quer que seja diferente ? Faça diferente ...

Mylla Galvão disse...

SE queremos que nossa vida seja diferente, então façamos algo diferente, algo que sintmos orgulho de fazer!

bjo

C. disse...

Ler, pensar, nao doi, quero ver fazer o que tá escrito.

Lendo esse texto pensei que devo ter levado muitas sovas e me reinventado muitas vezes, tto é que nao me levo mais à sério, resultado disso minha vidinha de ervilha tá estagnada, mas pelo menos se coisa boa nao acontece, ruim tb passa bem longe. Deve ser esse o resultado de tantas buscas e de um processo chamado felicidade. Pode ser. Mas nao vou me fechar pra continuar buscando as respostas, por isso a mensagem desse texto caiu como uma luva.

Aproveitar tb e encaminhar para uma pessoa da minha família que já começou o ano quebrando todas as regras de bem estar que possa existir ;(

Lê, vc nem me disse nada sobre a carta para o Cartas, se gostou, se achou uma m&rd@...

Ei, te gosto e tô com saudade, vê se nao se esconde, pra mim vc tá proibida. É pra fica cum meda mesmo rs

Mari Amorim disse...

Conte sempre comigo,
Bom final de semana,boas energias!Obrigada pelo carinho da visita,Luz!
Mari