domingo, 26 de dezembro de 2010

Pôr-do-sol....



Fim do dia...
Pôr-do-sol no coração,
Ilusões,
Amores,
Dissabores.


Melancolias que nascem,
Saudades que caem,
Mitos renascem,
Amores esvanecem.


O coração sempre bate,
E a esperança renasce,
No beijo que emudece.


Por Tempestade

6 comentários:

Menina no Sotão disse...

Como de costume tudo vai e vem e a gente amanhece de novo, outra vez.
Bacio carissima

Mahria disse...

O coração não pode para de bater.
Pois os sonhos se renovam e a esperança renasce SEMPRE.


Um ano novo cheio de sonhos e esperança.

Bjs
Mah

Tatiana Kielberman disse...

Lindo poema, querida!!

Amei, de coração...

Beijos e Feliz 2011!

Beta disse...

Olá!
Chegando para te desejar que 2011 venha repleto de surpresas maravilhosas p vc!!

Aproveito para informar que, para abrir maravilhosamente este novo ano, o Mix e a Andros Editora estão com uma mega promoção imperdível!
Passe lá: http://www.mixculturainformacaoearte.com/2010/12/mega-promocao-andros-editora-e-blogs.html

Aviso tb que:
PERCEBI, VISITANDO MEUS SEGUIDORES E OS BLOGS QUE SIGO, QUE NÃO ESTOU COMO SEGUIDOR DA MAIORIA DELES. E NÃO CONSIGO SEGUIR, DIZ QUE O DONO DO BLOG ME BLOQUEOU...
QUERIDOS ESTOU SEGUINDO VOCÊS SIM VIU? SÓ NÃO CONSIGO MAIS ME INSCREVER NOVAMENTE NOS SEGUIDORES...

Suzana Martins disse...

Início de noite,
estrelas, ventos...
música no player tocando saudades!!

A melancolia escorre pelos olhos e traz lembranças de um ontem intocável!!!

Beijos linda!!^^

C. disse...

Bonito isso... a esperança tem que renascer sempre mesmo, nem sempre vivemos o que escrevemos.