terça-feira, 5 de outubro de 2010

Pra ninguém...


Ninguém prá ligar
E dizer onde estou
Ninguém prá ir
Comigo onde eu vou...

Por outro lado
Ninguém prá baixar o volume
Ninguém prá reclamar
Dos pratos sujos
Ninguém prá eu fingir
Que eu não amo...

Toda noite no mesmo lugar
Eu abro os olhos
E deixo o dia entrar
Prá ninguém! Prá ninguém!
Eh! Eh!
Prá ninguém! Prá ninguém!...

Ninguém prá dizer
Quando eu devo parar
Ninguém na casa
Prá poder acordar, do meu lado
Ninguém prá contar novidades
Ninguém prá fechar as cortinas
Ninguém prá brigar
De vez em quando...

Toda noite no mesmo lugar
Eu abro os olhos
E deixo o dia entrar
Prá ninguém! Prá ninguém!
Prá ninguém! Prá ninguém!
Êh! Êh! Ieh! Eh!...

Toda noite no mesmo lugar
Eu abro os olhos
E deixo o dia entrar
Prá ninguém! Prá ninguém!
Prá ninguém! Prá ninguém!...


Eh! Eh!
Prá ninguém! Prá ninguém
Prá ninguém! Prá ninguém!
Eh! Eh!
Prá ninguém! Prá ninguém!...

3 comentários:

C. disse...

Pra ninguém... por enquanto!!!

Amiga, tu é a segunda comentarista top do meu CaFoFo, chique no úrtimo.

C. disse...

Se vc tá dizendo, é pq tá chique! ;)
Ainn Lê, dá vontade de usar todos os layouts, sao todos maravilhosos neh, dá pra criar horrores.
Esse teu tb acho lindo de doerrrr.
Quanto a sua visita, espero um dia neh, quem sabe.

Uma ótima quinta-feira pro cê amiga, e vai curtindo seu ´pra ninguém` por enqto que logo vai querer folga hahaha

Majoli disse...

olá, através do blog da Sanzinha e seu, cheguei até aqui, nossa eu amei seu espaço.
Lindo layout, lindas postagens.
Essa música do Léo Jaime é linda demais.
Beijos.
Parabéns.