Caminhos.... (Republicação)




Lembro de te olhar com carinho,
Percorrendo um caminho ainda desconhecido,
Suas mãos sempre me guiando e nunca sozinha.




Ao longo da estrada nos perdemos,
Não sei o motivo,
Direções opostas,
Corações a prova.



Sentada à beira do caminho,
Já não espero seu carinho,
Seu doce sorriso,
Apenas lanço,
O olhar no infinito!
Por Tempestade
*Esse post faz parte da primeira postagem coletiva do Espaço Aberto. Os demais participantes você conhece aqui.

Comentários

E de olhar um infinito, nos encontramos dentro de nós mesmos.
Adoro seus textos.

Beijo lindo, flor!
Estou na torcida, viu?
Adorei seu Outono, linda a sua participação e foi através dessa primeira blogagem do blog espaço aberto e tb a minha primeira participação numa blogagem é que estou tendo a oportunidade de conhecer novos espaços e tb fazer novos amigos.

Fica aqui o meu convite para conhecer o meu espaço e o meu Outono.
Meu none é Ana e sou dona do blog: Pelos Caminhos da Vida.

Fim de semana iluminando.

beijooo.
Alma Inquieta disse…
Olá Tempestade!

Te felicito pela participação do Espaço Aberto.
É lindo o teu texto.

E, já agora..., passa pelo meu blog...

Há um presente que quero partilhar contigo... dessa forma quero que participes da minha alegria... se o desejares leva-o... ficaria muito feliz...!!!

Um beijo.

Alma Inquieta
Sonia Pallone disse…
Oi, aproveitando a interação dessa postagem coletiva sobre o Outono, vim conhecer seu espaço e te convidar pra ir lá no meu Solidão de Alma...Fiquei feliz de poder abraçar com você essa estação tão linda e poética, cujos sons fecundam o silêncio e enternece os olhares...Beijos&Carinhos
Lindo, lindo, lindo!
Beijos, flores e muitos sorrisos!
angela disse…
Lindo poema e sempre acabamos nos perdendo de amores nessa estrada da vida.
beijos
Katy disse…
Ah, os caminhos são assim mesmo...cruzam com outros caminhos, depois se afastam...e por aí vai...
Não nos cabe questionar, apenas apreciar os bons momentos vividos e guardar boas lembranças...

Saudade de vc, amiga!
Ótimo final de semana!
Beijos.
Majoli disse…
Olá Tempestade, que linda sua poesia sobre o outono, bela participação na blogagem.

Parabéns.

Beijos.
Ola!! Belo poema!! E bela participação nessa blogagem coletiva. Gostei do seu blog e desse caderno, interessante!!

Um abraço!!
Mari Amorim disse…
Olá!!!
que maravilhosa participação,parabéns!fico feliz com esta postagem que une e dá um colorido especial em nossas vidas.Desculpe-me,só pude vir hoje,tb participo desta festa.
Boas energias
Mari
http://sempretensoesamorcontos&causos.blogspot.com/
Andreia disse…
Olá Tempestade,
lindo teu outono!
Bela tua participação.
beijo na alma...
Deia disse…
Tempestade, fica um pouco angustiante imaginarmos que poderemos perder nossos amores no caminho, mas resta-nos o consolo de termos sido inteiros enquanto esse amor nos acompanhou. Linda poesia, Parabéns pela participação! Convido-lhe para que me visite em rumoaescrita,blogspot.com e conheça o meu outono! Um grande beijo, Deia
serpai disse…
Olá Tempestade!

Parabéns pelo poema!

Gostei muito.

Se queres podes visitar-me e deixar a tua opinião sobre a minha participação nesta excelente iniciativa...

Sergio (Argentina).
JoeFather disse…
Bela participação na postagem coletiva! Parabéns pela inspiração!

Abraços renovados!
Flávia disse…
Que belo texto!
Gostaria de poder descrever a paisagem que me vi sentada enquanto lia suas lindas palavras.
Gostei bastante!
Um beijo pra você!!
Daniel Savio disse…
Toda a vida leva uma caminho, um caminho escolhido por nós a cada dia...

E parabéns pela indicação do Top Blog =P

Fique com Deus, menina Tempestade.
Um abraço.
Ana Lúcia Porto disse…
Oi Tempestade,

Apesar dos desencontros, está muito bonito esse seu outono...

Beijos,
Sofia Duarte disse…
Surgiram uns problemas, por isso ando agora a visitar os blogs das blogagens...hihi

Posso dizer que é uma boa tempestade de palavras de Outono! Parabéns! ^^

_________
Aproveito para divulgar mais um pouco sobre um projecto que gostaria muito que visitassem,

São várias personagens, com postagens às Quartas-Feiras e aos Sábados, em que cada personagem conta as situações no seu ponto de vista com passados conturbados, cheios de mistérios e muitos podres, a situação piora quando eventos do passado voltam para assombra-las; Memórias, pessoas, crimes passionais e tudo mais.

Tomem em conta de que somos apenas amadoras, escrevemos por amor a camisola e não é nada de muito Espectacular!!
Para puderem visitar,
http://theunforgivensouls.blogspot.com

Eu acredito imenso no sucesso deste projecto, mas claro que sem divulgação ninguém toma conhecimento, por isso resolvi deixarvos um pouco sobre o assunto juntamente com os meus comentários da blogagem colectiva.
E peço desde já desculpa por qualquer incómodo que cause.

Um abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges