sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

O amor se foi...



Ao fundo daquelas montanhas, o sol se pôs.
Levou consigo o esplendor, o brilho e o aquecimento de seus raios majestosos.
O dia se foi, esvanecendo em meio às nuvens que se aproximavam devagar.
Eis que a noite chegou, trazendo o cintilar de cada estrela e a lua a reinar importante e absoluta.
Era noite estrelada e de lua cheia,
Aquela mesma lua que foi fonte de inspiração e testemunha de tantos suspiros...
Hoje presencia lágrimas que rolam pela mesma face que outrora abrigava um sorriso faceiro, que acompanhava o descompasso de um coração apaixonado...
O amor se foi,
Ficaram as nuvens, os raios de sol, as estrelas e a lua...

16 comentários:

Katy disse...

Amiga, são coisas da vida....tudo passa...e o que fica é o aprendizado e a certeza de que nossa felicidade não pode estar em outras pessoas, mas em nós mesmos...

Beijos.

Sanzinha disse...

...e as boas lembranças.

Um beijo, querida.

Elcio Tuiribepi disse...

Se ficaram as estrelas,os raios de sol e a lua é porque ainda existe a esperança por dias melhores dentro de você...acende sua luz interior...nunca deixe que ela apague...
Um abraço na alma...bjo

Eu e a solidão disse...

Que bom que algo ficou, e que fique também a pessoa que tem o coração pronto para amar e ser feliz!

Beijos!

Chica disse...

Lindo e que bom te ver novamente!beijos,tudo de bom,chica

Viva. disse...

O amor se foi. Amor capaz de nos mostrar a felicidade plena, ou nos fazer chorar as lágrimas mais doloridas. Amar é entregar um passe livre para o futuro, sem ao menos saber se o dia será claro pela manhã.

Daniel Savio disse...

O amor nunca vai embora, ele apenas assumiu outra persona, então temos de procurar esta nova persona...

Fique com Deus, menina Tempestade.
Um abraço.

Jaime Piedade Valente disse...

Reflexão Total,

Recolhi as tuas lágrimas
na palma da minha mão,
e mal que se evaporaram
todas as aves cantaram
e em bandos esvoaçaram
em tomo da minha mão.
Em jogos de luz e cor
tuas lágrimas deixaram
os cristais do teu amor,
faces talhadas em dor
na palma da minha mão.

António Gedeão

Luciana disse...

Olá

Vim conhecer teu Blog através do Blog da Eliane, gostei muito é bem claro dá para entender o que tu posta muito bom mesmo, vou continuar dando uma olhada.

Bjs

Lu

Lidiane Vasconcelos disse...

Essas palavras me fazem lembrar que, ainda bem, sempre haverá a possibilidade de um recomeço. :)

Permita-me apresentar? Como se vê no comentário, sou a Lidiane. Sou leitora da Elaine Gaspareto e ela te indicou. Claro! Corri aqui para te conhecer. Ela bem que falou que encontraríamos muita sensibilidade por aqui...

Parabéns pelo blog e talento com as palavras. :)

Mahria disse...

Quando o amor se vai, ficam tantas coisas né? Se não ficassem coisas boas, acho que não surpotaríamos.

PS.
Parabéns pela indicação no blog da Elaine...

Bjs
Mah

Ursinhu da Juh =] disse...

Vamo junta com o vento que nao sabe de onde vem nem para onde vai e que fara tudo com o tempo passar, voltar a sorrir outra vez =]



bjuuu
fica com DEUS =]

Elaine disse...

Querida,
Tem uma pequena surpresa para você no blog; espero que goste e que te estimule a sempre blogar.
Beijos e bom domingo.

Natália Augusto disse...

Espero que a esperança de encontrar um novo e verdadeiro amor não a tenha abandonado.
Um dia, o sol volta a brilhar e as nuvens desaparecem.

Sorria, "pois alguém pode apaixonar-se pelo seu sorriso".


Beijos

Verônica Masson disse...

E como disse CL:
"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso."
Clarice Lispector

Seu Blog é demais. Parabéns!!!!

Mari Amorim disse...

Ola,querida,
Quando a tempestade passar,sentirá a brisa em teu coração.sentirás que
chegou a hora de novamente,amar.

Boas energias!
Mari