domingo, 18 de outubro de 2009

Amores móveis...


A distância que nos separa por horas nos fortalece, em outras me entristece.
Difícil ficar sem sentir seu calor, seu cheiro, seu gosto, seu toque.
Os dias se tornaram longos, infidáveis,
Meu coração fica apertado, descompassado.
Amores desterritorializados são assim,
Distantes, móveis e próximos ao mesmo tempo.
E eu sigo te amando,
A cada letra escrita,
A cada música,
A cada dia,
A cada som da sua voz.
Esperando o seu toque,
O seu abraço.

Amo-te!


Sua Tempestade

7 comentários:

Chica disse...

Lindos versos e declaração de um amor!beijos e está aberto para quem quiser iniciar o novo connto por lá!chica e linda semana!

myra disse...

que saudades...lindo, lindo.lindo, boa semana para voce,e um beijo com muito carinho,

Lú Silva disse...

Como sempre, cada poema mais lindo que o outro!

bjos

Daniel disse...

Passo os dias da semana assim também, distante de quem amo, mas nos finais de semana aproveitamos tudo o que temos direito pois assino embaixo, é muito ruim ficar longe de quem amamos.

E fortalece sim, pois se não há amor a distância faz com que termine logo. Paixão sempre passa mas o amor é eterno.

Beijos

A Madrasta Má disse...

"A distância que nos separa por horas nos fortalece, em outras me entristece"... é bom e ruim ao mesmo tempo!!! bjinhos da Madrasta!

{Nanda}_FX disse...

Amigaaaaaaaaaaaaa

Mas isso aqui tá bom demais!!!

fico uns dias sem entrar... e vejo que o amor está no ar!

que delicia!

beijos no coração carregados de saudades

Nani disse...

Realmente... quanto mais longe, maior é o amor!!!

Estou longe há 4 anos, e está mais vivo do que nunca....
Pena que esse amor e essa dor é unilateral.... medo de buscar, de ter....

bjss