Lembranças...



Linda manhã,
E acordei lembrando de ti!
Do seu olhar doce,
Dos dedos entrelaçados nos meus cabelos,
Desmanchando cada cachinho com ternura e amor!

Lembrei do beijo doce,
Abraço afetuoso,
Amor silencioso!


Lembrei do beijo roubado,
Corpos entrelaçados,
Sentimentos condensados!


Lembrei do ombro amigo,
Do conselho sem pedido,
E do olhar desmedido!


Lembrei da paixão,
Do furor do coração,
Quando meus olhos se encontravam nos seus....

Por Tempestade

Comentários

Tatiana disse…
Uma lembrança assim...faz o coração bater muito mais feliz!

Lindo o que você escreveu e nos transmitiu.

Um beijo carinhoso
[ rod ] ® disse…
Lembranças e o amor se faz ou refaz... ou simplesmente morre de dor.

Bjs moça,





Novo dogMa:
dogMas...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/
Putz... maravilhoso!
Transmite uma lembrança tão boa, gostosa... me remeteu às minhas...
Muito bom!
Beijos
Nossa, como posts apaixonado deixam-me deprimida...rs
Beijos
Sanzinha disse…
E essas lembranças são as melhores.
Grande beijo, menina!

E bora assistir CSI! rsrs
que olhar tão profundo
vem lá do fundo
sereno perdido
nos meus
como esquecer?
BAR DO BARDO disse…
... queria ter manhãs assim... uma, ao menos...
oi tempestade de lembranças...

muito lindo...li fiquei saudosista...de um tempo....que foi...


obrigada pelo comentario....faz a brincadeira....só p descontrair..

bjus perfumados
"Tem muita gente que se distrai e é feliz pra sempre, sem conhecer as delícias de ser feliz por uns meses, depois infeliz por uns dias.... Viver não é seguro. Viver não é fácil. E não pode se monótono. Mesmo fazendo escolhas aparentemente definitivas, ainda assim podemos excursionar por dentro de nós mesmos e descobrir lugares desabitados em que nunca colocamos os pés, nem mesmo em imaginação. E, estando lá, rever nossas escolhas e recalcular a duração de "pra sempre". Muitas vezes o "pra sempre" não dura tanto quanto duram nossa teimosia e receio de mudar."

Martha Medeiros

Bjs na alma;

Patty Meirelles
Daniel disse…
É uma pena que às vezes a gente só percebe todo esse turbilhão de sentimentos quando ela já se foi embora.

O amor tem o péssimo hábito de nos deixar.

abs
Monday disse…
é, dá vontade de ficar juntinho mesmo ... ainda mais com essa chuvinha gostosa lá fora ...
Ric Dexter disse…
Lembrou de mim tanto assim??
rs!

Beijos!
myra disse…
juste pour te faire part de ma tristesse insurmontable...mon frère est mort...
Daniel Savio disse…
Poesia bonita, mas a lembrança não só serve para atiçar a vontade de criar mais saudades)...

Fique com Deus, menina Tempestade.
Um abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges