quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Cronos...

Cena do filme "Tarde demais para esquecer" (1957)

Ontem revendo um filme clássico do qual gosto muito e que se chama Tarde demais para esquecer, me peguei novamente pensando sobre o tempo, sobre planos, enfim, sobre a vida. Concordo que temos que ter planos sim, pois eles nos impulsionam e nos fazem ter um alvo, um objetivo a alcançar. Mas devemos usar o tempo como nosso aliado e não como o vilão das nossas vidas. Correr pra que? Muitas pessoas correm o dia todo pra lá e pra cá e muitas vezes nem sabe porquê e para quê estão correndo, e a vida vai passando e os detalhes diários ficando para trás. A felicidade se esvanecendo diante de tanta corrida e aceleração, não do coração a bater com mais amor e paixão, mas na competitividade desenfreada. O filme me fez pensar na questão dos planos: sim, o mocinho e a mocinha tinham planos, e eles motivaram as suas vidas nos próximos 6 meses. Um alvo a ser perseguido: estar juntos. Sobre o tempo: determinou-se um tempo para a felicidade de ambos - em 6 meses, seria bom ser feliz na hora em que se sente como tal, mas a vida nos prega surpresas e às vezes não dá pra ter aquela felicidade naquele momento. Medo de arriscar? Provavelmente.
A vida é pra ser vivida em seus grandes momentos, mas também em seus detalhes mais simples: um sorriso, um gesto, uma flor que se abre, o sol que nasce, a lua no céu.
Que Cronos esteja sempre do nosso lado e não como vilão de nossas vidas.

Vivamos!

10 comentários:

{Nanda}_FX disse...

Linda!!!

muito bom!
e como não viver?
e como não fazer planos... sonhar... querer?
isso é intrinsicamente nosso...

beijos no coração

Cerejinhäa disse...

Lindo. Adorei. Tem selinho pra você no meu blog.
Abraços carinhosos ;*

Jéssica, a antropofágica disse...

Pena que a vida é sempre inversamente proporcional ao tempo...
Infelizmente...
Beijos

Nany C. disse...

Vim te ver...

e deixar beijos no seu coração!

(tá bom... depois pode puxar minha orelha...rs)


Beijos!

Flavio Ferrari disse...

Sempre fui de viver de planos, pensando no futuro.
De um tempo para cá, já mais velho e consciente da finitude, começo a aprender a viver cada momento como se fosse o último.
Nas relações, e particularmente no amor, isso faz toda a diferença.

Ela disse...

Vivamos!!!
Porque a vida é uma louca aventura da qual ninguem sobrevive!!!

Beijos

Lucineia Silva... disse...

Lê bacana um filme ter feito vc refletir tanto..rsrs... isso ai amiga!!!

viver e nao ter vergonha de ser feliz!!!!

bjos

Fernanda disse...

Sobre planos??? acho q todos que eu tinha com relação ao amor se evaporaram... heheheehheheh!
mas, é boa a sensação de dividir sua vida com alguém... oxxxxiiii... e como é!!! =D
um beijão!!!!!
=D

faladeboneca disse...

Eu amo essa filme também.
E ele de verdade nos faz pensar nessas coisas de arriscar ou deixar para viver depois.

Alías, Antes do Amanhecer tem um pouco desse elemento, não é mesmo?

Daniel Savio disse...

Concordo contigo na frase: "A vida é pra ser vivida em seus grandes momentos, mas também em seus detalhes mais simples: um sorriso, um gesto, uma flor que se abre, o sol que nasce, a lua no céu".

Mas curiosidade, Cronos, se não me engano, era pais de Zeus, o chefão do panteão Grego / Romano, sendo que Zeus matou Cronos, sendo que Cronos matou o próprio pai...

Cronos é considerado o Deus do tempo.

Não sei se expliquei muito bem.

Fique com Deus, menina Tempestade.
Um abraço.