Cartas de amor


As cartas ou missivas são uma forma de comunicação antiga e charmosa. Digo charmosa, pois pra mim há um encanto e charme ao escolher o papel, o envelope, a cor da caneta e especialmente as palavras que ali serão escritas.

Existem diversos tipos de cartas, mas hoje vou falar das cartas de amor.
Em tempos de internet, a magia das cartas, dos bilhetes, praticamente desapareceu. Hoje em dia o e-mail substituiu o papel e a entrega feita pelo carteiro.

A espera da chegada de uma carta de longe transformou-se na ansiedade deo sinal de uma nova mensagem na caixa de entrada do correio eletrônico. Principalmente, se a mensagem tão esperada vem da pessoa amada ou de quem vai se tornar enamorado/a.

Quem nunca recebeu ou enviou uma carta/um email de amor?

Aquela mensagem chega e faz o coração bater mais forte, a respiração muda de compasso, e as mãos tremem sob o teclado ou ao abrir o envelope.

Cartas, e-mails, bilhetes, sms - não importa o meio mas a mensagem que elas trazem, o sentimento verdadeiro naquelas palavras é que faz toda a diferença.



"Todas as cartas de amor são ridículas,
Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas."

Álvaro Campos





*Este post faz parte da blogagem coletiva de Agosto com o tema Carta de Amor, uma iniciativa do blog Vou de Coletivo. Passe lá! Inscrições todo dia 20 de cada mês e no dia primeiro do mês seguinte iniciam as postagens.

Comentários

meuladocontido disse…
Nossa menina é verdade
Eu escrevia carta para todos os namorados que tive rsrsrs
As vezes até brinco em pensamento, e torço para que eles nunca se encontrem, pois era todas praticamente iguais rsrs

Somente um foi diferente ...

Eu adoro escrever, colocar sentimentos pra fora..Falar de amor é delicioso...

Beijos
exoticlic.com disse…
AS CARTAS SÃO TÃO POUCAS USADAS HOJE EM DIA QUE QUEM RECEBE UMA OU ENVIA ACABA SURPREENDIDO
Cartas é tudo de bom, já recebi e envie muitas! Eita coisa boa!
Agora postei no lugar certo...rsrs......


bjos
Jota disse…
também concordo com você. a internet tira todo o romantismo!
mas ainda assim escrevo. às vezes mando, às vezes guardo comigo.

mas não tem nada melhor do que receber um pedaço de papel escrito por alguém que goste!


Beijos,
Jota.
Elcio Tuiribepi disse…
Tenho boas lembranças desta época em que as cartas nos davam a oportunidade de nos revelar em palavras, era uma forma mais discreta, porém, menos informal já que nela iam contidas as letras ali expostas de próprio punho. Sei lá, mas ficava uma coisa mais pessoal, mais humana talvez...
Um abraço na alma...bom domingo
[ rod ] disse…
Todas as cartas de amor são ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas.
Também escrevi em meu tempo cartas de amor, como as outras, ridículas.

As cartas de amor, se há amor, têm de ser ridículas.

Mas, afinal, só as criaturas que nunca escreveram cartas de amor
É que são ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor ridículas.

A verdade é que hoje as minhas memórias
Dessas cartas de amor é que são ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas, como os sentimentos esdrúxulos, são naturalmente Ridículas.)

in, Todas as cartas de amor são ridículas (Álvaro de Campos)



Um bj moça,





Novo dogMa:
há gosTo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/
Mahria disse…
Nossa, quantos amigos eu tinha por correspondência, como era gostoso mandar e receber aquelas cartas, guardo algumas até o hoje, infelizmente perdi contatos daqles q eu mais gostava, outro dia, arrumando umas gavetas, peguei um antigo envelope com uma dessas cartas, estava la o nome completa da amiga, entrei no google, no orkut, tentando achar algo dessa pessoa, saudades muitas...

Bjinhos
Judith disse…
Adoro cartas. Ainda as escrevo para alguns amados. Bilhetes também.
Nenhum e-mail ou sms, por mais apaixonado que seja, supera o gosto e o gelinho no estômago de quem acha uma carta ou um bilhete deixado escondido na bolsa, no meio dos livros, debaixo do travesseiro... Pra mim, nada substitui as cartas.

Beijinho e boa semana.
Serena Flor disse…
Até hoje guardo um apanhado de cartas que recebia em respostas às minhas da minha melhor amiga de infância...que saudade daquele tempo!
Hoje em dia com o e-mail, as cartas deixaram de existir...uma pena!
Linda a tua paticipação viu...adorei!
Também embarquei neste coletivo..rs.
Um grande beijo e até mais!
hijakskank disse…
Letícia,

Achei muito charmoso seu blog e obrigado pela visita e pelo comentário no Hijak Skank...Vou tê linkar com certeza. Bjos.
Diz disse…
É verdade cartas de amor têm sempre charme, mesmo as mais bansi.
E a minha parece real porque eu sonhei com aquela situação mto tempo- talvez esteja esperando até hj.
bjs Laura
Sandra disse…
Vim agradecer a sua visita.
Tempestade, as cartas de amor, de amigos, são elos entre as pessoas.
Não importa como vão. O importante e enviar e receber.
Falar das coisas boas, matar a saudade de quem está longe.
É simbolo universal entre as pessoas, principalmente da comunicação.
Com muito carinho
sandra
Olá
Prazer conhecer seu blog.obrigada pela visita e comentário!

Em tempos de e-mails e orkut,receber cartas é o máximo!!!

bjus
Ana Paula Motta disse…
Vim retribuir a visita. Gostei do texto, concordo com tua abordagem...e sigamos escrevendo cartas,mails ou sms de amor...sempre!!
Ana Lúcia Porto disse…
Agradeço a visita e o comentário.
Verdade, é uma delícia receber cartas de amor, principalmente se escritas de próprio punho.
Beijos e até uma próxima vez,
Ana Lúcia.
Chica disse…
É tão raro receber cartas atualmente.Parace que ninguém mais tem tempo. E eram tão lindas...beijos e tudo de bom,chica
Elaine disse…
Tempestade, estou passando para retribuir sua visita e prestigiar esta blogagem coletiva.
Tenha um lindo começo de semana.
Beijos mil.
Natasha Dias disse…
Ola,
Obriada pela visita e por seu comentario, aproveite para conhecer seu blog e apreciar sua participação no coletivo desse mês.
Fique a vontade para voltar ao meu mundo sempre que desejar...
Tenha uma semana maravilhosa!
Ah, eu sou uma romântica incurável, Let. E não tens idéias de em quantas já me meti por causa disso...rs
Adoro cartas e tudo que tem a ver com amor.
;)
Beijos
Carla disse…
Oi, passei para conhecer o seu espaço e agradecer a visita. Estas blogagens coletivas são ótimas pra isso mesmo: pra conhecermos idéias e manifestações diferentes sobre um mesmo tema e pra conhecer blogueiros e blogs tão diversos e tão interessantes! Gostei demais, volto já!!
Um abraço, e bons ventos sempre a levem!!!
Nany C. disse…
O amor nos faz arremedo... Álvaro Campos escreveu muito bem isso...

Beijos no coração e que a sua semana seja maravilhosa!
Estou a passear pela blogagem colectiva e a ler a participação de todos e vim cá parar.

Gostei muito do seu post. Sobretudo esta parte:

«A espera da chegada de uma carta de longe transformou-se na ansiedade deo sinal de uma nova mensagem na caixa de entrada do correio eletrônico....»

Você é uma pessoa romântica.

Lindo. Parabéns.

Gostei de conhecer o seu blogue e deixei o meu urso nos seus seguidores.

Abraço.
Ví Leardi disse…
..que pena não é mesmo...? a espera e suspense do envelope fechado provocava uma emoção que ficou perdida com a frieza dos e-mails...!
Nanda Botelho disse…
Uma definição! Gostei!
Umas magias acabam outras aparecem no lugar, essa é uma das coisas que a humanidade sempre cria: Magia.

Também estou participando!
Bjs!
Tyzze disse…
Muito bonito seu texto adorei!! E quem realmente não gosta de receber uma carta de amor?
Só quem nunca recebeu é que não conhece essa sensação maravilhosa.
Adorei.
Também entrei nesse coletivo.. rsrs.
Beijos
Branca disse…
Cartas, bilhetes, e-mail tb, todos ridiculamente românticos...adoro!!!

Boa semana amiga...bjo.
Daniel disse…
É verdade que com a tecnologia fazemos as coisas de maneira mais prática, mas certamente perde-se e muito a magia das coisas como antigamente, como no caso de uma carta de amor.

Tenho algumas de amigos e namoradas antigas, da época do início dos anos 90 e estão guardadas a 7 chaves.

Legal o seu blog
abs
Daniel
Cerejinhäa disse…
Participar do vou de coletivo é muito bom né.Que lindo da sua postagem !
Boas energias *--*
Monday disse…
Eu escrevi tantas cartas na adolescência que o pessoal da agência do correio perto de casa dizia que eu era o sócio principal de lá ...

Ia tanto que, quando baixavam as portas, eu ficava do lado de dentro, conversando com o povo que trabalhava por ali ...
rafhitch disse…
Adoro cartas! Pena que com o advento da internet, as cartas hoje em dia, só servem para nos lembrar das contas a pagar ou de que nosso nome está em uma promoção, ou indo para o SERASA!

Sempre escrevi cartas e principalmente cartas de amor. Adorava escrever as cartas e esperar uma resposta da outra pessoa.

Existe toda uma magia por trás das cartas como você falou que realmente é maravilhosa!

Beijão! Belo texto!

Rafhitch
Sandra disse…
Venha buscar um abraço no Blog Coletivo-Uma Interação de Amigos
e um selo para vc. também na curiosa.
Com carinho
sandra
Luciano Braz disse…
Realmente, prazeres acabaram perdendo-se em maio a tecnologia, ainda prefiro a velha e charmosa carta onde onde os sentimentos se tornam mais intensos e refletos em traços pessoais.

Abraço a todos os participantes deste blog.
Fernanda disse…
Eu sempre gostei de cartas...
Mandei e recebi muitas cartas entre amigos, apaixonados por mim, namorado...
É ótima a sensação de receber uma carta!
adorava!!!!!!!!!!
sem explicação... dah uma ansiedade enorme!!!!
hehehehehehe!
beijinhus
Daniel disse…
Se gosta de Beatles e de Elvis já gosta o bastante de rock hehe
Valeu pelo recado
Beijos
Manda uma carta de amor pra mim :P

Beijos flor!
Dil Santos disse…
Realmente, a emoção ao receber uma carta/e-mail/sms inesperado de alguém da qual gostamos muito, sempre faz surgir sentimentos mais fortes, mãos suando, tremendo as vezes. A emoção é enorme e só nos faz querer estar sempre com ela, a querer amar cada vez mais.
Belíssimo, parabêns
Bjos

:)
Sandra disse…
Tem um coração e um abraço te esperando.
Basta seguir o link e chegar até uma interação de amigos.
Te espero.
Sandra
angela disse…
Não importa como chega, desde que chegue.
Quando o coração esta aflito, qualquer meio é bom, as cartas escritas á mão tem seus encantos e seu romantismo.
Você colocou bem essas questões.
abraço
Niina disse…
Acho lindo....cartas de amor, elas transcrevem as coisas mais bonitas que temos dentro de nós...

pode me chamar de careta...ou piegas...mas eu acho lindo...e acho que é uma forma de demonstrar algo que está contido.



cartas de amor me fazem chorar.
Wania disse…
Oi, Lê!

Teu post me fez lembrar de um filme que gosto demais: "Nunca te vi, sempre te amei"...lindo... se não o viu sugiro que veja, é uma ótima pedida. Fala exatamente sobre cartas de amor!

Apesar de tudo a gente ainda consegue se emocionar com os e-mails, ainda mais se for "AQUELE" e-mail tão esperado... quem não tem cão caça com gato!

Bjão.
Sanzinha disse…
Ainda não fiz nada, mas estou pensando num macarrão com queijos para o fim de semana. Vamos ver no que dá. ;)

Beijinhos!
Tatiana disse…
Vim apreciar... e digo que as palavras de amor independente da forma como forem expressadas, sempre nos encantam.
Linda a sua participação nessa blogagem coletiva!

Beijos mil
myra disse…
as cartas de amor jamas serao ridiculas!!! eu escrevi e recibi muitas e as adorei, todas!!! foram escritas com AMOR, e o amor nunca foi nem serà ridiculo, beijos

e obrigada pelos teu comentario,
.Lis disse…
Concordo com voce, já nao se escrevem cartas como antigamente e mesmo assim gostamos de receber cartinhas mesmo sendo eletronicas. Lógico que as caras escritas á mao, como voce disse, a escolha do papel, a ida ao correio, os selos, todo esse ritual é que era bacana.
Gostei de passar por aqui. Volto depois pra ver e apreciar mais .Abraços
Daniel Savio disse…
Já escrevi algumas poesias de amor, mas nunca uma carta realmente...

Fique com Deus, menina Tempestade.
Um abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Olhos de Carvão - Afonso Borges