Paradoxo do nosso tempo...




Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Dirigimos
rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e raramente estamos com Deus.
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos
à nossa vida e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a
rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo,
mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores para armazenar mais
informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos cada vez menos.
Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta;do homem grande, de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.
Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.
Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral
descartáveis, dos cérebros ocos e das pílulas 'mágicas'. Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.
Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão aqui para sempre.

George Carlin (1937-2008)





*eu recebi esse texto por e-mail de um grande amigo e concordo com a mensagem, por isso decidi postá-lo para que possamos refletir sempre.

Beijos Tempestuosos a todos que por aqui passarem!

Comentários

Ernani Netto disse…
Realmente vivemos em uma era do valor das coisas e não das pessoas, do ter e não do sentir!

Bjaum
Eu e a solidão disse…
Lindíssimo texto, refletir em determinados momentos da nossa vida faz-no pensar e repensar algumas atitudes, e é isso que faz a diferença em nós...

Beijos!!
Sylvia disse…
Verdades verdadeiras! Tudo tão descartável hj em dia! E, a gente fica tão preocupado em ganhar dinheiro, ser profissional, ser super em tudo, que esquece do principal: ser feliz!

Bjs
[ rod ] disse…
Esse é o grande mal do século... a solidão dos corpos e das atitudes... e a degeneração da condição humana.

Livrai-nos.

Bjs moça,




Novo dogMa:
númeRo...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/
A.S. disse…
Sim! Passar o tempo com quem amamos é a garantia de amor, paz e alegria..

Ternos beijos!
Anônimo disse…
É a vida ela é passageira por causa disso, aprendemos menos, e se escondemos mais.

Esse texto é uma grande reflexão que apenas uma lida vc pode tirar muitas conclusoes que é verdade tudo o que diz no contexto, é a pura realidade.

Puts, tem um pouco do texto que fiz tambem né? contradizer (?) Que vc comentou não é?

Vou dizer que é a segunda parte.

Ameiii viu!
Beijos ventosos para vc!!!
Anônimo disse…
é importante valorizar quem esta ao nosso lado hoje.
Branca disse…
Já conhecia mas é bom reler.
Buscamos sempre mais e mais, numa ânsia que muitas vezes nem sabemos de que e pra sermos felizes é preciso tão pouco...

Precisamos rever nossos valores!
Lindo texto! Realmente, não parecemos mais coerentes e esquecemos de aproveitar a cia do outro.
Bjos!
Fernanda disse…
Entedi o titulo do seu blog e adorei!!!!

seu post foi perfeito hj... concordo plenamente com esse texto!!!

Nem sempre sabemos usar o tempo com sabedoria!
Um beijo grande!
BAR DO BARDO disse…
Je suis en train de penser...
Flavio Ferrari disse…
- E o que você está fazendo a respeito ?
- Eu ... nada !
- Muito bem, continue assim ... já é um bom começo.
OI LETICIA! adorei o texto! Veio bem a calhar para o momento que vivo! Hoje já comecei a mudar um pouco minhas atitudes! é isso ai! Vamos valorizar mais nossos momentos aqui no planetinha! Saboreá-los mais, auxiliar mais, sermos úteis a quem precisa e não passar pela vida só folheando os dias! bjos, boa semana!
C. disse…
Mas tudo tem limite. Nao adianta nada sair feito boba dizendo ´eu te amo` se a pessoa nao tá nem aí pra vc. O tempo que ser aproveitado com pessoas que valham a pena MESMO, mesmo que seja gente da própria família.