domingo, 26 de abril de 2009

Um telefonema...



Pensativa....
Olha o número em sua agenda no celular... será que deve ligar ou não? Mas o que falar? Um bom dia como vai você, talvez pra iniciar a conversa! ou tudo bem? como vão as coisas? Essas trivialidades que todo mundo diz e costuma dar certo, as palavrinhas mágicas.
Disca o número.... (pausa, silêncio)....
Somente o som da chamada.
Alguém atende, ela diz "Bom dia!", com muito entusiasmo e do outro lado respondem "Bom dia". Um bom dia meio murcho sem sal, daqueles por educação, sabe?
Nesse momento o coração já começa a bater mais devagar, pois toda aquela emoção que estava a flor da pele, vai se esvanecendo.
Ela pergunta como ele está, e ele responde que está bem, tudo caminhando devagar, tranquilamente.
Ela diz que ligou apenas pra saber como ele estava e notícias.
Ele diz "obrigado, por se preocupar" (minuto de silêncio)
Ela diz "que bom que tudo está bem, então era isso", bom dia e tchau!
E ele "tchau".
Ela põe o telefone no gancho e pensa consigo mesma "não era bem isso que eu esperava como resposta, e talvez nem era isso que eu queria falar, mas enfim, acabou."

Sai caminhando com o celular na mão e internamente diz "é melhor esquecer...."


Letícia Alves
Trilha do momento
Pensativa e quase certa sobre as decisões que o ser humano deve tomar

14 comentários:

Lidi Dimbarre disse...

é frustrante a espera e mais frustantye ainda são as expectativas que colocamos nesta espera, qdo vemos tudo não passou de expectativas...

Beijos linda!

Eu e a solidão disse...

Pois é...

Sei bem o que é isso, as decisões devem ser tomadas mesmo que elas no momento nos magoe... Mas agora é muita força, e pensamento positivo pra que tudo dê certo...

Beijos!!

Glau Ribeiro disse...

Esse é o problema: a gente espera demais. E muitas vezes as expectativas vão por água abaixo, e o sorriso sái correndo da gente por um tempo. Isso chama-se decepção. E não é bacana, definitivamente.

Fernanda! disse...

Já tive essa emoção tbém...Mais o barato disso é que esse tipo de choque nos fortalece, sabia?


Bjos de luz querida!

Malaguetta disse...

ja aconteceu isso e o oposto também né?
é aquela historia.
só de ouvir a sua voz,ja me sinto bem

BAR DO BARDO disse...

ligue e exija silêncio...

Fofa disse...

Oi Fofa!!!

Fico feliz que tenha tomado a decisão de ligar!
Lembre-se acima de tudo está sendo honesta e coerente com os seus sentimentos.
To orgulhosa de você, amiga!
Quanto a reação "do outro lado do cel", eu sei que magoa, mas é mais um motivo pra te dar forças e continuar sua caminhada, seu crescimento e sua busca pela felicidade.
Você merece tudo isso e muito mais!

Saudades suas, fofinha!

Beijocas

Ernani Netto disse...

Certas atitudes devem ser realmente esquecidas!

Bjaum

Vato!!! disse...

Sim, as decisões devem sempre ser tomadas, antes que o coração envelheça na ilusão...
Bjos

Monday disse...

Le, eu sei que tem gente que prefere empurrar com a barriga por saber que provavelmente vai doer ... mas é melhor doer de uma vez do que empatar a vida inteira ...

e a próxima esquina sempre pode nos reservar algo de bom, não é?

Avassaladora disse...

São momentos de uma morte em vida...
Uma dor que vai até a medula...
Quem já viveu esse momento sabe bem como é...
A única decisão e ir embora...
E esquecer o número de telefone!

Beijos, linda!

Uma ótima semana para vc!

o casalqseama* disse...

siga seu coração!



=D

C. disse...

Nossa Le, como tu bloga, eu nao consigo acompanhá-la, definitivamente.
Já nem lembro mais qual foi o último comentário que fiz aqui, tóim.

C. disse...

O VATO falou por mim, pior coisa para o coração é alimentá-lo com ilusões.