quarta-feira, 29 de abril de 2009

O filme da minha vida...



Ao longo da nossa vida não temos apenas um filme, pois nossa vida passa por fases, e cada fase corresponde a uma pequena vida dentro da nossa e então haverá vários filmes nessas variadas vidas. Poderia escolher vários, mas como só posso escolher um para falar dele nessa postagem, escolho "Naufrágo" com Tom Hanks.

Nesse filme Tom Hanks é um inspetor de uma empresa de envio de encomendas - a Fedex - e faz o seu trabalho diário meticulosamente, sempre atento e comprometido com os horários e com a rotina do seu setor. Mas em sua vida particular, nunca tem tempo, e sua noiva - a atriz Helen Hunt - padece desse mal, pois com ele tudo é pra depois, daqui a pouco. Até que ele sofre um acidente e o avião em que estava cai no mar e ele vai parar em uma ilha deserta por 4 anos, onde vai ter que sobreviver tanto fisicamente como psicologicamente. Os seus familiares, amigos, colegas de trabalho e a própria noiva pensam que ele morreu no acidente e seguem suas vidas sem a presença dele.

E é nesse ponto que gostaria de chamar a atenção, pois há várias leituras possíveis nesse filme, mas essa é marcante. Não devemos esperar nunca para dizer "eu te amo", "eu gosto de você", ou mesmo dizer do que não gosta, o que prentende, enfim, viver, pois o tempo não espera jamais, e amanhã pode ser muito tarde pra falar essas coisas ou viver uma vida intensa com quem se ama. Essa reflexão é necessária para que tenhamos uma qualidade de vida melhor, sejamos mais felizes conosco e com os outros a nossa volta.

Quando o assisti no cinema há 8 anos atrás, eu trouxe comigo essa lição e sensação de nunca deixar para o dia seguinte o que estava sentindo e procurava demonstrar, dizer, me fazer presente, pois o futuro é muito incerto. Só temos o passado e o presente no qual estamos, então o melhor é utilizarmos o nosso tempo de forma racional, mas sentimental também.

Diga bom dia, diga eu te amo a quem se ama, abra seu coração sempre! Felicidade como está não tem dinheiro algum no mundo, profissão alguma que poderá substituir.


Esse é um dos filmes da minha vida!

Letícia Alves


*Esse post faz parte da Blogagem Coletiva "O filme da minha vida", iniciativa do Fio de Ariadne.

15 comentários:

Junior disse...

nao gostei tanto do filme, mas gostei do seu post! depois de lê-lo fui e dei um beijo em minha mãe =P

Nanda Botelho disse...

Assisti ao filme uma vez, e embora tenha gostado muito, nunca assisti de novo, não gosto de ver sofrimento.

Mas o tema do filme é muito importante. Para mim é: ao que vc está dando importância na sua vida hoje? É algo que lhe ajudaria a sobreviver, ou é algo supérfluo?

Concordo com vc, é importante estar atento aos nossos sentimentos, às vezes nos distraímos com os deveres da vida adulta, como trabalhar e esquecemos das outras áreas tão importantes!

Um abraço! Também estou participando!

EU SOU NEGUINHA disse...

tem selinho pra ti em meu blog.
Beijos em ti

Menina Robô disse...

Ahh obrigada por passar no meu blog e teres visto as minhas fotos no Concurso do Erótico Enrustido hihihi vergonha... e haja coragem!

=D

O filme da sua vida nunca vi,
estou anotando o nome pra mim assistir.

Bjokas =*

Kariny

Georgia disse...

Nossa!!! Esse filme foi mesmo sensacional. Òtima escolha.

Mírian Mondon disse...

Oi Leticia!
Otima escolha, esse filme é muito bom mesmo! Tambem tive um impacto forte com ele!

Parabens pela bela participaçao!

Vanessa disse...

Boa escolha. Esse filme realmente faz pensar na vida e como a levamos.

obrigada por participar da coletiva.

Abraço

Sarah disse...

eu morro qdo ele volta e ela na chuva no carro, e eles se reencontram, ai, eu MORRO

Compulsão Diária disse...

Post é melhor que o filme..mas pra vc ver que postagem boa, o filme é ótimo

Ester disse...

Oi amiga,

Difícil encontrar alguém que não tenha visto esse filme e que não tenha se emocionado também!

Muito boa a sua escolha e participação!


Bjs!

Fernanda! disse...

Ahh! Eu não gostei nao.

Mais de vc eu gosto hihihih

Bjos flor!

Karen disse...

Assino embaixo da sua escolha. Estou impressionada com a seleção do pessoal.
Se quiser dar uma espiada na minha seleção, está no 'Façamos um Brinde'.
Beijo e um otimo fds.

Gisele Amaral disse...

Escolha primorosa, Letícia! Esse filme deixa um nózinho na garganta quando termina e é esse nó que nos faz pensar e pensar a respeito da vida que poderíamos estar vivendo, mas não vivemos.

Um beijo.
=*

Wania disse...

Oooiii, Letícia...
Ótima escolha!
Com certeza é um filme que nos faz repensar... que a rotina nunca sufoque nossos sentimentos, nem cale a nossa voz!
Se quiseres dar uma espiadinha na minha escolha, passa lá no meu Encantaventos.

Liiiindo teu blog...
Lendo-o, percebi que temos muitos gostos em comum... ventos...frânces...rsrs!
Voltarei mais vezes!
Bjs e bom final de semana pra ti.

C. disse...

Eu li o livro, mas nao assisti o filme. O livro tb é bótemo.
É muito bom quando conseguimos trazer para a realidade as licoes que os filmes nos ensinam. Por isso costumo dizer que filmes sao meus psicotrópicos.

Têm muitos que gostei tb, e me ensinaram muito, entre eles estao:

- o que vi ontem A última oportunidade Harvey,

- Um sonho de liberdade

- O Escafandro e a Borboleta

- Sonhos e Desejos

- As Pontes de Madison

- Amor nos tempos de cólera

e muitos, muitos outros!