segunda-feira, 13 de abril de 2009

Eu sei... mas ainda estou aprendendo!!!



Eu sei que mesmo que você não esteja aqui, um dia já esteve...

Também sei que os meus pensamentos sempre foram seus mesmo que por tão pouco tempo, mas que para nós foi uma eternidade. Escolhas são dolorosas mas necessárias. Entre escolher esperar, estar com você ou renunciar esse amor - único, singular, leal e verdadeiro - escolhi a renúncia. Difícil decisão, dolorosa, sangrenta mas no momento talvez seja a mais correta. Digo talvez, por que nada na vida é definitivo. Tudo torna-se tão fulgaz e passageiro, e por que tantas discussões, esperas infundadas, caminhos interrompidos? Hoje o vento sopra feito brisa, mas amanhã pode vir uma tempestade que mudará todo o rumo que até então era tão certo, tão fixo, tão previsível. E após várias ventanias, quando ela se vai, fica-se os estragos, mas também os cacos. Muita das vezes reconstruir é mais complexo, demorado e delicado do que simplesmente manter. A manutenção do amor também é assim. É mais viável, menos doloroso e traumático regar uma relação diariamente, pouco a pouco, aparando arestas, indicando novos caminhos, dividindo preocupações, somando companheirismo. Reconstruir depois de uma tempestade é mais demorado, demanda mais esforço, é mais desgastante, e ao fim os cacos não se encaixam e não mostram um conjunto harmonioso. Nota-se então um mosaico, mas não um que seja lindo, colorido e permanente, mas um frágil, que uma simples brisa que alenta o coração pode destruí-lo para que nunca mais volte a se erguer. Novamente entram as escolhas que fizemos e que sempre faremos ao longo de nossas vidas. Amanhã pode ser muito tarde para escolher novamente. Tente sempre fazer a mais acertada das escolhas sempre, mesmo com nossas falhas humanas.

Letícia Alves
Trilha do momento
Pensativa sobre escolhas na vida

9 comentários:

Fofa disse...

Fofinha,

Essas escolhas fazem parte da vida...

É aquele crescimento necessário e muitas vezes dolorido!

Ótima semana!

Beijocas

C. disse...

Penso que quando já sabemos, é pq já aprendemos. Apesar dos equívocos.

Sarah disse...

amei o texto! concordo com cada palavra, cada virgula... quando menos esperavamos o destino vem e muda tdo q parecia definitivo, mas não q isso seja permamente, permamente, somente a mudança.
Um bjo e otima semana

A.S. disse...

Fazer sempre a mais acertada das escolhas!!!

A vida, raramente concede segunda oportunidade!


Ternos beijos...

Ernani Netto disse...

Obrigado pelo selo.

Estou precisando por isso em ordem no meu blog e aí pegarei.

Bjaum

Cadinho RoCo disse...

Para cada escolha a possibilidade do erro ou do acerto.
Cadinho RoCo

Mayrinha disse...

Adorei o post. A vida é um eterno aprendizado . Nunca estamos prontos, sempre há algo mais a se descobrir, um passo a mais a se dar. A gente nunca sabe se tá acertando ou errando fazendo isso ou aquilo.
Mas hoje entendo que viver é "matar um leão por dia". Todo dia é uma conquista.
Bjs e o nome do meu blog é Aprendendo...

Crisenta disse...

Ess etexto e de ua autoria?
Belo texto, palavras realmente verdadeira... claro que nao podemos acertar sempre mais tem gente que nao si da nem ao trabalho de tentar e depois paga por isso! Beijos e boa semana

Profana! disse...

Olá, me identifiquei com seu texto, sempre arrisco pensando em acertar, e acabo provocando ventanias e tempestades, mas para viver temos que arriscar! Gostei do seu blog. Boa semana, permita-me a invasão!