Baile de máscaras...





Todo ser humano tem faces e fases. Natural da humanidade? Sim! Hoje você acorda muito alegre sem motivo aparente, e amanhã você pode chorar sem saber o motivo. São faces de sentimentos em uma mesma pessoa. Assim como temos fases, ciclos, períodos que vem e vão, parte do amadurecimento e crescimento humanos. Mas muito além das faces e fases de uma pessoa está a questão das máscaras. Não é novidade a construção de personagens seja para auto-preservação, para diversão, e também, infelizmente para o mal, para ferir pessoas e construir uma rede de mentiras que se alastra de tal forma que se confunde com a vida real. Até onde vai a realidade e a ficção? Ninguém mais sabe ou se sabe finge! E na pior das hipóteses compactua com essa farsa. Confunde-se criador e criatura, o médico e o monstro...
Dessa forma, assistimos a um baile de máscaras sem fim, e muitas vezes nada divertido.
Cada qual sabe qual máscara usar ou não, o que te serve ou não, o que é bom ou não. Em quaisquer ambientes que vivemos, sejam virtuais ou não, os mascarados sempre estão a nossa volta e cabe a cada um enxergá-los e querer estar ou não com eles nessa rede de mentiras e nesse baile de máscaras.
Afinal quem é você?


Letícia Alves
Trilha do momento
Pensativa sobre os mascarados virtuais e reais

Comentários

Elcio Tuiribepi disse…
OLá...você sempre com assuntos polêmicos...
Frequentei a algum tempo um grupo de estudos que leva o nome do seu fundador "Gurdieff"...lá se fala muito dos personagens que representamos em nosso dia a dia, nossos "eus"...e lá aprendi que aceitar isso já é um grande progresso, pois como você colocou lá no início é do ser humano...
Nossos pensamentos não param e aquela conversinha com a gente mesmo é constante, e lá ela é chamada de Cantilena...estamos sempre conversando com a gente mesmo, ou falando de alguém, ou pensando no que vamos fazer lá na frente, ou no que já aconteceu e essas coisas não saem de nossa mente...mas entendo o que vc quer dizer...
Máscaras são coisas mais profundas, é alguém se passar pelo que não é de forma a prejudicar alguém, considero isso mais do que uma simples máscara, neste caso já é mesmo um devio de personalidade, coisa grave...
Aqui no virtual existem personagens, mas acho que dentro do normal, e claro, alguns desvios também...agora se já é dificil as pessoas aceitarem que tem seus personagens, é quase impossível alguém se declarar assim...rsrs...mas, como tudo isso é humano...fazer o quê...
Bom...eu sou o Elcio...cheio de defeitos, fraquezas e alguns "eus" que a gente não gosta muito de admitir...rsrs
Um abraço na alma...bom assunto...super polêmico...por isso vai dar o que falar...melhor dizendo...escrever...valeuuu...
Desculpa o palavrório...bjo
Dri Viaro disse…
é verdade, um verdadeiro baile de mascaras, muitas vezes somos assim/bjs
Loira e Morena disse…
Q texto show! Muito verdadeiro!

Beijaooo da Morena!
Fofa disse…
Simplesmente a FOFA!

Beijocas
O Profeta disse…
Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz


Vem tocar uma Viola de dois corações



Mágico beijo
Ariana disse…
É, texto bem veridico!
Realmente as pessoas são cheias "de mascaras" cada uma pra uma determinada ocasião!
Eu por mais que tente não consigo lidar com isso não, sou a mesma sempre doa a quem doer!

Belo texto!



bjo
Ernani Netto disse…
Quantos mascarados não se encontra nesse mundo virtual...

Tem de monte!

Bjaum
Sentimental ♥ disse…
ah, não acho q existam máscaras não, acho q as pessoas são o q são sempre e de cara limpa, nós q convivemos com elas é q demoramos pra perceber seu caráter.
bjs
Sentimental ♥ disse…
ah, mas tem algumas q não enganam de jeito nenhum e logo de cara deixam bem claro a q vieram...
Vivian disse…
...olá linda!

belíssimo post nos chamando
à reflexão.

mas acredito que se deixarmos
nosso feeling ativo, sempre
saberemos distinguir o lobo
do cordeiro...

se isso não acontecer,
somos os únicos responsáveis.

pensemos...

bjuss, querida
Sarah disse…
q decepção qdo uma máscara cai... ainda mais qdo vc gosta da pessoa, a admira, e ve q tdo akilo era falso e provisorio!
saudades d vc, ja estou d volta!
beijao!
C. disse…
Ai ai amiga tempestuosa, que triste infelicidade esse bailinho onde artistas e palhaços trocam de máscaras assim como de roupas.
Fernanda! disse…
Lamentavel que seu texto seja super verdadeiro.


Bjitos de luz!
Papagaio Mudo disse…
putaquiupario!
que beleza! "rede de mentiras", adorei. Essa é uma viajem geral, Storm. Você fez um belo 'resumo da ópera' sobre o tema.
beijos,

Gus
Madame disse…
Quem sou eu? eu sou Madame prazer...rs

Sempre vai ter um mascarado no baile, e temos que estar atentos para isso.

Mordidas

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges