Status: aguardando....

Espera angustiante, entediante...
Decisões a tomar!Fruto de nossas escolhas, e escolhas essas que por vezes foram difíceis de tomar.
Depois da escolha acertada e a vida dando voltas é preciso domar essa impaciência insana de querer viver todo aquele tempo perdido. Todas as risadas não dadas, as confidências não feitas, o choro não consolado, o abraço não sentido, o beijo apaixonado lançado no tempo.
Essa espera que corrói o ser! Que faz padecer! Que tira sua concentração e o chão e que te coloca no patamar muitas vezes da indecisão. Será que acertei?!?
Oras, siga seu instinto, seu coração! Mas será?
Ansiedade desenfreada que faz um cachorro parecer um leão, uma leve brisa aparentar uma tempestade, e uma espera apenas de algumas horas e/ou dias transformar-se em uma eternidade.
Pensamentos voam, ganham dimensões gigantescas, homéricas. Ah, sofrimento inútil, eu sei! mas mesmo assim não consigo mudar. Ou será que não quero?!? A vida é um aprendizado e vou seguindo. Mas que mudanças doem, ah! como doem! Principalmente quando você está do outro lado, aquele lado que há pouco tempo não era seu e então era bastante cômodo.
Mas sigo perseguindo a felicidade e me dando mais uma chance!!!!
E assim me lanço nesse status: aguardando....
Letícia Alves


Trilha do momento
Respiração descompassada

Comentários

BAR DO BARDO disse…
Nada mais angustiante que a espera do ser amado... e toda a ambiguidade que possa sobrevir desta frase...
Sarah disse…
adorei, como sempre! A ansiedade é o veneno da alma, é o q torna tdo cinza, pesado e dramático. Mas, eu como uma ansiosa confessa e assumida, sei e entendo bem, q a espera pelo amado/amor, é das mais penosas e tb sádicas, pois no reencontro, tdo parece perfeito. Bjs!
Fernanda! disse…
Eu já não espero mais...Faço acontecer.

Minha linda!!!

Saudades!

Voltei!

Bjos de luz!
Joyce disse…
Depois da escolha acertada e a vida dando voltas é preciso domar essa impaciência insana de querer viver todo aquele tempo perdido. Todas as risadas não dadas, as confidências não feitas, o choro não consolado, o abraço não sentido, o beijo apaixonado lançado no tempo....

eu ja to desenvolvendo uma ulcera! hahaha

bjos
Solange Maia disse…
Leticia,

Adorei seu blog.
Coincidentemente passei por aqui... e achei tudo muito bacana !

Essa ansiedade que o amor gera nos faz sofrer... mas é um sofre bonito, poético... e você transformou em lindas palavras...

Parabéns !

Quando puder visite meu blog também :

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

Beijo,

Solange Maia
Ric disse…
Aguardando... (2)

bEIJOS.
Eu e a solidão disse…
Querida...

Você sabe que torço por você e que espero que as coisas se resolvam da melhor maneira, e que essa ansiedade que sempre nos tem feito tão mal não te impeça de enxergar novos caminhos e quem sabe novas pessoas que te farão muito bem um dia...

Beijos!!
Camila disse…
Eu odeio esperar! SOu ansiosa por demais...
BeijOs meus
Vanessa B. disse…
A impaciência tira-me quase todo proveito de esperar. Apenas quando a espera passa eu sou capaz de aprender. Como um ruminante que não consegue digerir na primeira mastigação!
Olavo disse…
Não espere muito não..
beijos
Avassaladora disse…
Se está aguardando, ´porque ainda resta uma esperança...
Pior seria não esperar mais nada!

Siga em frente!


Beijos e carinhos!
Wagner Martins disse…
Aguardando...
Como diz o poeta"Paciência requer prática". Mas, confesso, essa prática e este aguardo tem me matado, porém, ainda estou vivo!
Adorei seu texto, disse tudo que eu queria dizer..
A Madrasta Má disse…
Olá minha querida, tem uma maçãzinha exclusiva pra vc lá no blog, vem morder.... obrigada pelo presente e pelo carinho. Bjinhos da Madrasta!
Thiago disse…
Há de existir sempre toda à espera!
Tatá R. da S. disse…
Oi Lets!!
Me identifiquei muito com seu texto, já passei muito por isso, sei bem o que é. ;/
Mas sabe, o que nos mata é criar estas expectativas, é viver o que sonhou não o que realmente foi vivido.
Se nos alegrassemos apenas pela as coisas boas que nos aconteceram e não nos apegassemos ao que desejamos demasiadamente, nós não sofreríamos assim.
É difícil mudar, mas tudo é uma questão de força de vontade. ^^
Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges