O tempo...

O silêncio muitas vezes consegue traduzir o que estamos sentindo, pensando, vivendo! No silêncio escondemos o que somos ou apenas nos mostramos.
Nesse silêncio secreto a vida se passa com maior intensidade, estamos reflexivos, voltados para nossos pensamentos, angústias, alegrias, tristezas, pensamentos fluidos que vão de encontro à alma, ao infinito.
Em um mundo de sons, barulhos, músicas, e nós mesmos como seres extremamente musicais, auditivos, o silêncio é estranho, é incômodo, é questionado. E por quê? Porque atualmente o valor está muito ligado ao que podemos falar, gritar, exigir aos quatro ventos, e o silêncio, o som da vida, do amor, da amizade, da entrega, do sorriso, do olhar, das mãos dadas, ah, esse silêncio... Não é sentido, nem percebido, é desprezado. Mundo agitado, em plena efervescência não se dá “ao luxo” de parar um só momento e assim sentir e ouvir as batidas compassadas de um coração apaixonado, as lágrimas que correm pela face e morrem nos lábios que se contraem.
Os suspiros da paixão, do amor, da entrega entre dois corpos que se fundem, se misturam e se complementam.....


Letícia Alves

Trilha do momento
3 minutos
Engenheiros do Hawaii


Comentários

Lígia disse…
Ooi,
Se tiver tempo, tem um 'meme' te esperando.
Beijo!
Marcos Miorinni disse…
Oi Tempestade;
tem um selo
para você no blog:
porentreletras

Abraços Fraternos.
Marcos Miorinni
Avassaladora disse…
No silêncio escondemos o que somos ou apenas nos mostramos.

E ha silêncio mortal...
Destetos silêncios...rs

Sou de falar...sorrir...gritar!

Mas tem os momentos de reflexão... Aí, sim!


Beijos e carinhos!
Camila disse…
Oh Leticia, você disse muito bem. O silêncio é cheio de coisas.
Creio q as vezes o silencio é uma resposta!

Beijos

Ps. Adoro Engenheiros! @.@

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges