Reflexão...


Há mais de dois mil anos
O Natal se repete
Repleto de luzes e enganos
A mesma cena diária
A mesma festa literária
Dita de modos diferentes

Debaixo de árvores coloridas
Repousam mendigos
Objetos de vidro
Senhores falidos
Mulheres de luto
Anjos de pelúcia
Filhos descontentes
Sonhos perdidos
Livros não lidos
O planeta ferido
Animais doentes

Os dias se evaporam
Vazios
Mortos
Violentos
Tudo em tudo se reflete
Tudo se embrulha
A estampa de luxo
O estômago o buxo
O burrinho de argila
O menino Jesus
Seu pai velhinho
Sua mãe tranqüila
Com o mesmo papel de presente

Um moleque de rua nasce à meia noite
Sob o açoite do pai
Sob os olhos da estrela guia
O galo eletrônico entoa hinos natalinos
A chuva cai
Deus chora
O sino toca
O boi passa
O tempo avisa
O trenó voa
A sirene apita

A vida inútil
Cego ritual de sempre
Segue seu calendário urgente


*recebi esse texto do meu amigo João

Comentários

Bonito e triste e real.
Assim eu vi o texto.
O Natal é para ser comemorado, não com presentes caros e bebidas demais... sim com o verdadeiro espírito de Natal... o da união, da solidariedade!
Celebrar com quem amamos.

Beijos
Lígia disse…
Letícia,
Teu texto fez lembrar a montagem de um presépio em que o menino Jesus nascia embaixo da ponte.
Pura realidade no mundo atual.
Os olhos humanos se acostumam com esta realidade mas chegará o dia em que os corações não mais se acostumarão e mudanças ocorrerão.
Grata pelo lindo texto e parabéns ao João que nos faz recordar o verdadeiro espírito de Natal.
Feliz Natal!
adoreiiii seu blog...mt bommmmmmmmmmm
Julio Melo disse…
natal... publicidade ???
emoçao???
aiai
queria ser deus pra acabar com a fome, .. e uotras csitas mais
Leonardo Werneck disse…
Nem preciso dizer que concordo né?

beijo
Mary Justo disse…
Que legal o que vc postou!
Hoje me emocionei com cenas cotidianas, mas principalmente por causa de um cego que pedia dinheiro no trem. O natal me deixa muito mais sensível porque sei que várias pessoas não têm motivos pra comemorar!
Beijos amiga
Cris disse…
Muito bom, pura realidade... Estou adorando seu blog. Um feliz Natal... Bjsbjs,
Cris.

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges