Um beijo..





Um beijo


Foste o beijo melhor da minha vida,
ou talvez o pior...Glória e tormento,
contigo à luz subi do firmamento, contigo fui pela infernal descida!


Morreste, e o meu desejo não te olvida:
queimas-me o sangue, enches-me o pensamento,
e do teu gosto amargo me alimento,
e rolo-te na boca malferida.


Beijo extremo, meu prêmio e meu castigo,
batismo e extrema-unção, naquele instante
por que, feliz, eu não morri contigo?


Sinto-me o ardor, e o crepitar te escuto,
beijo divino! e anseio delirante,
Na perpétua saudade de um minuto...


Olavo Bilac

Comentários

Luiz Modesto disse…
Ah, Bilac...
Besos, Lê!

Postagens mais visitadas deste blog

Vencendo etapas...

Cartas de amor

Olhos de Carvão - Afonso Borges