sábado, 31 de agosto de 2013

Alma...


Alma devastada...
Coração que dói.
Lágrimas pungentes.


Tristeza que invade,
Meu ser.
Alma ferida.

Suspiros profundos,
Silêncio cortante,
Um coração que aperta.


Tudo parece distante...

Por Letícia Alves



quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Um banco...

Praça da Liberdade - 25/04/2013 - Foto: Letícia Alves
E era um banco...
Um banco para dois lugares...
Um banco...
Que estava vazio.


E era um banco...
Que já tinha presenciado várias histórias,
Um banco...
Que ficou à espera.


E era um banco...
Que na melancolia do existir,
Ansiava por novas histórias.


E era um banco...
Agora não mais vazio.
Ocupado em seus dois lugares,
Dois corações encontrados.

O banco...

Por Letícia Alves

sábado, 24 de agosto de 2013

Outono de Sonhos - Adriana Brazil

As estações do ano sempre me encantaram. Palavras também. Outono dos Sonhos já me chamou a atenção pelo título e depois que descobri que essa bela história de amor entre Helen e Andrew se passa durante as quatro estações - na série "Foi assim que te amei" - era mais do que necessário essa leitura.

Quem me conhece sabe que romances românticos nunca foram o meu estilo de leitura, mas me dei a chance de conhecer essa história e também mais uma autora nacional. A escrita de Adriana Brazil me cativou. Suas belas palavras, descrições de emoções e cenários me transportaram para dentro do livro de uma forma especial. 

Em apenas 3 dias, consegui ler o livro, e o finalizei com a sensação de ter que conhecer a continuação no livro 2 - Inverno de Cinzas e mergulhar novamente em um universo de amor e emoções controversas.

Adriana conseguiu me levar para um estilo de escrita que não é piegas, e sim,um texto leve, mas construído com solidez e que não deixa a desejar para nenhum autor consagrado.

Te agradeço Adriana Brazil por me dar a oportunidade de conhecer e admirar seus textos e renovar em mim mais uma vez a esperança que vem da fé em Deus.

Muito obrigada!

Recomendo fortemente a leitura da série "Foi assim que te amei"!



Adriana Brazil e eu no lançamento de "Outono de Sonhos" em Março de 2013 - Belo Horizonte - MG - Casa Una de Cultura




Capa do livro - Outono de Sonhos - Foto: Juvio ER Oliveira


Dedicatória - Outono de Sonhos - Foto: Juvio ER Oliveira


Por Letícia Alves

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Lágrimas...





As minhas lágrimas por vezes substituem palavras que não sei dizer.
Meu coração se entristece.
Palavras seriam necessárias?
Sentimentos adversos.

Uma vida inteira em silêncio,
E a mesma vida me pede pra falar.
Não sei articular as palavras.

Elas saem meio assim de lado, 
Sem nenhuma compreensão do meu próprio entendimento.

Lágrimas me sufocam,
Palavras talvez sejam libertadoras,
Entre um caminho e o outro,
Não sei para onde seguir.

Perdida nesse grande horizonte: a vida...



Por Letícia Alves


quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Agosto...




E dizem por aí que Agosto é o mês do desgosto.
Bem, sinceramente, o referido mês não me traz boas lembranças, e nunca me trará.

Mas como a magia da vida é o recomeço, a cada dia recomeço e hoje também por ser o início de um novo mês, um novo ciclo, eu peço a Deus, muita força para seguir em frente e recomeçar.

As lutas tem me machucado, mas tenho certeza da cura Divina, no momento certo.

Ter Deus comigo e alguns poucos, mas verdadeiros amigos, anjos sem asas, tem sido meu alento nesses dias árduos.

Um dia tudo passará, e ao olhar para trás, como já fiz em várias oportunidades na minha vida, terei a certeza que sempre valerá a pena lutar, não abandonar o barco e seguir adiante.

Coragem é o que a vida requer da gente.

Avante!

Que Agosto seja um recomeço.


Por Letícia Alves