segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Caminhos II...



O seu olhar sempre me disse tudo,
Aquilo que eu queria entender,
E aquilo que eu entendia, mas não queria saber.

Ao longo do nosso caminho,
Várias estradas percorridas,
Atalhos encontrados,
Sonhos despedaçados.


Levantei-me e não mais esperei,
Era em vão,
Derramar lágrimas na solidão.


À beira do caminho compreendi:
Que o vento é meu amigo,
Que o silêncio que me acompanha me diz muito mais,
Que os atalhos nem sempre levam pra mais perto,
Que a tempestade sempre passa...


Por Tempestade
Trilha do momento
O silêncio

*a primeira parte você lê aqui

Quem gosta de beijar?

O beijo é uma das formas mais doces e belas demonstrações de carinho.
Há vários tipos de beijos: os de amizade, os de pai pra filho, de irmão pra irmão, e os de amores e paixões avassaladores.
E como todo mundo gosta de beijar e de ganhar beijos, seja qualquer um dos tipos que já falei, a L. está promovendo um concurso lá no Erótico Enrustido, que se chama "Beija muito! Beija mesmo!
Quem estiver curioso pra saber mais sobre o concurso tanto pra participar quanto para assistir, passe lá.
E qualquer dúvida mande um email pra L.

Beijos Tempestuosos a todos! e vamos participar!

domingo, 30 de agosto de 2009

Mimos recebidos...


Antes tarde do que nunca, cá estou para postar dois mimos recebidos há alguns dias.
O primeiro eu recebi da , é um selo muito legal.
Obrigada pela lembrança!



Bom, esse não veio com regras a seguir, então deixo para quem gostar e quiser levar.


O outro é um meme/selo recebido da Laura, sempre atenciosa e presente na blogosfera.
Aproveito e agradeço à Tyna por também ter me indicado!
Eis aqui:


Junto com esse selo fofo, veio o seguinte meme para ser respondido, além das regrinhas:

*Colocar o link de quem deu o selo - Feito
Escolher 5 amigos(as) para repassar o selo

Meus amigos escolhidos são (vou quebrar a regra do número indicado):

*Wania
*Nany C.
*A Madrasta Má
*Fernanda
*Cansada de ser boazinha
*Jaque


Responder ao meme- lá vão as minhas respostas:

1.Tem algum(ou mais de um) blog que te ajudou a blogar quando iniciou.

No início foi bem solitário, mas encontrei uma pessoa que me ajudou a entender sobre as postagens, vídeos no blog, links, etc., foi a Kassandra do blog Borboletras. Atualmente ela não escreve nele mais, ela abandonou, mas ficamos amigas e até hoje temos contato.
Através do blog dela é que fui conhecendo outros e cá estou eu.


2.Foi sua fonte inspiradora?

O blog dela era sempre muito bem escrito e com músicas, não chegou a ser uma fonte inspiradora, mas muitas coisas aprendi por lá. Minha fonte inspiradora são os livros que leio, as músicas que ouço, filmes que vejo, conversas entre pessoas. E a inspiração por si só.

3.Blogar é muito gratificante quando:.......... não é quando:.............(ixi....é para completar)

É muito gratificante quando lemos postagens relevantes e com conteúdo, conhecemos pessoas sinceras, quando podemos exercer nossa escrita e imaginação para fazer chegar aos outros sempre coisas boas.
E não é gratificante quando lemos verdadeiros plágios descarados, quando recebemos comentários ofensivos, e quando se há inimizade no meio ao invés de construção de relações amistosas.

4.Quanto tempo você se dedica ao seu blog, que horário você gosta de blogar.

Eu não tenho um tempo definido, depende muito da rotina do meu dia. Tem vezes que eu passo rapidinho e posto algo sucinto, em outras vezes escrevo textos longos. Há dias em que tiro somente pra visitar os amigos e assim vai. O horário vai variar com meu tempo e/ou inspiração, mas geralmente à noite.

5. O mundo da blogosférica seria mais interessante "se":

Se não houvesse falsidade (utopia), se todo mundo fosse gentil e também participativo ao invés de colecionar apenas número de seguidores e de comentários.

6.Seu coração blogueiro não se engana quando (referente a outro blog ou blogueiro):

Quando um fake se aproxima de mim. Se ele for inofensivo e está usando apenas uma identidade para se preservar no mundo virtual, por mim tudo bem. Mas se ao contrário, ele/ela se aproxima e é uma pessoa mal caráter, realmente eu não quero que fique por perto.


Ufa!!!! respondido, mas achei legal! Espero que os indicados gostem e respondam, é sempre legal conhecer mais um pouquinho de nossos amigos blogueiros.


sábado, 29 de agosto de 2009

Caminhos...



Lembro de te olhar com carinho,
Percorrendo um caminho ainda desconhecido,
Suas mãos sempre me guiando e nunca sozinha.

Ao longo da estrada nos perdemos,
Não sei o motivo,
Direções opostas,
Corações a prova.

Sentada à beira do caminho,
Já não espero seu carinho,
Seu doce sorriso,
Apenas lanço,
O olhar no infinito!

Por Tempestade
Trilha do momento
O silêncio

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Nublando...


Nublando




Acordei!
A casa estava quente como o meu corpo.
No silêncio do quarto a percepção
De que o amanhã havia acabado de despertar.



Entre olhos sonolentos,
O corpo arrepiado,
Transformou a superfície lisa em leves ondas.



Todos os músculos foram esticados.
Cada fibra estendida ao extremo.



A boca abriu-se...



Na frente o espelho revelava a silhueta,
Que dengosa percebeu suas formas delicadas
Nas curvas acentuadas. Sorri...



O tempo nublado percorreu e penetrou no aposento.
Intrometido!



Transformou a quietude com o suave zumbir dos ventos.
Trocou a cor pálida das paredes.
Deu vontade de cobrir, ficar encolhida, quieta.



Era hora da partida que não pode deixar para amanhã o adeus de todos os dias.



Deixei que os minutos passassem, não fiz questão de segurá-los.



Que o tempo nublado chegasse, penetrasse todos os meus poros.



Que as horas permitissem aos minutos serem donos do tempo.
No peito arfante os dois elementos se misturaram, nublando

Meus pensamentos.



Fizeram do corpo moradia.

Tereza Cristina Fraga

domingo, 23 de agosto de 2009

Nós...




Mãos dadas,
Beijos roubados,
Abraços apertados...

Eu,
Você,
Nós!

Sol a se por,
Sorriso franco de amor,
Lua que surge,
Paixão que urge.

Um olhar,
A desviar,
Para uma face,
Em fase de amar!

Assim sou eu,
Assim é você,
Assim somos nós....


sábado, 22 de agosto de 2009

Recebendo presentinhos...

Este selo eu recebi da Nany C. que é dona dos blogs Meu Sonhar e O Meu Tesão.
E as regrinhas são bem simples:


1. Postar o selo e o nome de quem o ofereceu a você.
2. Escolher, Avisar e Repassar aos blogs a quem você tenha Carinho e/ou aos que transmitem esse sentimento puro que carrega Amor e Afeição.

Eu ofereço esse selo às seguintes amigas:

*Wania
*Laura
*Tyna
*
A Madrasta Má
*
Avassaladora
*
Sanzinha

E agora dois memes que recebi da Laura. O primeiro meme é o Meme Desktop que consiste em postar o print screen do seu desktop e repassar para 5 blogs, mas eu vou deixar aqui para quem quiser participar, pois é muito legal. Abaixo vai o print do meu desktop (clique na imagem para ampliar).





O outro meme é o Meme do Rock



Top of my chart:Capital Inicial
Best of the best: Engenheiros do Hawaii
Made in Brasil: Skank
A Rock-Girl: Nenhuma
A Rocker-Boy: Nando Reis
My first álbum:Capital Inicial - Acústico
5 Rock Legends: Skank, Capital Inicial, Engenheiros do Hawaii, Paralamas do Sucesso e Bon Jovi
Who brought rock to my life: eu mesma.
An unknown rock-band: Vixe! não sei.
Eu fui: a nenhum show


Esses foram os presentinhos que recebi durante a semana e agora devidamente postados.
Obrigada amigas!

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Amo-te!



Palavras jamais conseguirão expressar o que sinto por ti.

O amor, o desejo, a paixão, a cumplicidade do sorriso invadiram qualquer espaço e distância que havia entre nós.Já não me sinto só, em seus braços estou segura, aninhada por seu cuidado, seu amparo, sua atenção.Os dias vão passando e pelas suas mãos vamos caminhando lado a lado, juntos, cúmplices, amantes, amigos, homem e mulher, jamais competidores, sempre parceiros, aliados e entrelaçados pelo sentimento maior: o amor.

Te amei ontem,

Te amo hoje,
Te amarei enquanto for tua e fores meu.
Amo-te!

Por Tempestade

Trilha do momento
Haja o que houver
Madredeus

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Lembranças...



Linda manhã,
E acordei lembrando de ti!
Do seu olhar doce,
Dos dedos entrelaçados nos meus cabelos,
Desmanchando cada cachinho com ternura e amor!

Lembrei do beijo doce,
Abraço afetuoso,
Amor silencioso!


Lembrei do beijo roubado,
Corpos entrelaçados,
Sentimentos condensados!


Lembrei do ombro amigo,
Do conselho sem pedido,
E do olhar desmedido!


Lembrei da paixão,
Do furor do coração,
Quando meus olhos se encontravam nos seus....

Por Tempestade

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Ilusões perdidas....

Amanheceu e os raios de sol apareciam fortes como nunca,
A vida renascia em cada um daqueles raios.
Pássaros, flores, cachoeiras e uma leve brisa a tocá-los.
Natureza a se manifestar....




Incadescente e ao mesmo tempo indecente?
Mormente se avistava a fulgura do momento....





E ao fim do dia tudo que era colorido,
Toma cor azulada, cinza...

Ilusões perdidas no espaço...



*As imagens que ilustram a postagem de hoje, eu ganhei desse blog aqui, que vale muito a pena visitar.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Selo e meme....

Demorei um pouquinho para postá-los, recebi um selo da Madrasta e um meme da Tyna. Lá vai! Obrigada, meninas!



As perguntas que devem ser respondidas com esse selo são:

* Quando recebe comentários o que sente?

Sinto-me feliz pelo leitor/a ter gostado e dispensado alguns minutos na leitura e comentário da postagem.

*Você responde os comentários individualmente ou costuma responder de maneira geral nas postagens?

Eu vou até os blogs das pessoas que responderam (quando ela os tem) e respondo geralmente no último post da pessoa. Assim, você tem a possibilidade de conhecer novos espaços.

* Costuma visitar as pessoas que te visitam?

Sim, costumo. Mas às vezes sem o tempo necessário para visita e leitura atenciosa da postagem, não vou. Peço desculpas, mas geralmente eu sano essa falha num dia de visita coletiva.

*Se tivesse que escolher uma única blogueira para descrever o exemplo de atenção para com a s amigas, qual seria?

Bem, seria a Madrasta. Mesmo sem tempo ela tira um dia para visitar seus enteados.

*Todas as blogueiras você conheceu pela internet ou conheceu alguma pessoalmente?

Pessoalmente: a Madrasta e a Lu, e converso com várias pela net e telefone.

Repasso para:

*Wania
*Bru
*Laura
*Sanzinha
*Nany C.




Recebi esse meme da Tyna, então vamos às respostas:


*Apelido que mais gosta: Lê
*Melhor qualidade: Amizade
*Cor preferida: Verde
*Um xingamento que o(a) irritaria: Burra


Responda, mande para 6 pessoas e avise-as. Vou quebrar essa regrinha, deixo aqui para quem quiser responder.


segunda-feira, 10 de agosto de 2009

domingo, 9 de agosto de 2009

Saudades dele.... - Republicação



Não, ele não era um pai que abraçava seus filhos. Tinha o olhar sério e às vezes de repreensão, mas era para o nosso bem, mostrava o cuidado e preocupação que tinha com os filhos. Sua gargalhada era ouvida e ecoava por toda a casa, e olha, que muitas vezes ele estava na cozinha ao lado da minha mãe. Tinha um sofá preferido na sala, o lugar onde sentava para assistir desenhos animados no sábado e domingo pela manhã. Mas quando menos se esperava ele já estava estirado no sofá e dormindo, pé ante pé íamos a pedido da mamãe desligar a tv, e quando pegávamos o controle remoto e apertavámos o botão de desligar, ele tossia e dizia: "Pode deixar ligada estou assistindo." A gente dava um sorriso e ligava novamente, saíamos e olhando um para o outro falava:"Ah, estava assistindo."
A marca registrada dele era ao fim do dia quando chegava do trabalho, ouvíamos o barulho do portão da garagem se abrir com tal força e o motor do carro, logo levantávamos do sofá "dele" e gritava: "Mãe, o papai chegou." Foram anos e anos assim, com sol, chuva, férias escolares, ano entrando e saindo e conhecíamos cada rotina dele, um passo em direção a um dos filhos, um olhar de lado ou mesmo quando íamos ao encontro dele pedir permissão para fazer algo ou mesmo pra sair de casa e ele sempre dava a mesma resposta "Pergunta pra sua mãe." E naquele ping-pong às vezes desistíamos de ir em frente, mas era engraçado. Passamos então a pedir diretamente à mamãe. Fazendo um atalho. Mas infelizmente um dia há nove anos atrás essa rotina foi interrompida, em um domingo pela manhã não o vimos cedinho em frente a tv para assistir aos desenhos, ele não tinha se levantado da cama. Coisa que nunca mais o fez e desde então não escuto o portão da garagem abrir, nem sua gargalhada pela casa, não preciso desligar a tv e nem sair correndo do sofá que ele sentava... Hoje quando assisto aos mesmos desenhos lembro dele, hoje só uso o portal social da casa, hoje não pergunto mais se posso sair, hoje não espero que o relógio marque 18 horas para que ele chegue. Saudades dele... do meu PAI.

Letícia Alves
Trilha do momento

Lembranças vivas do meu pai


Feliz dia dos Pais!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Mudar...



A vida é feita de rotinas. Você acorda geralmente no mesmo horário, toma café todos os dias da mesma forma ou aqueles que não tomam café antes de sair de casa continuam o ritual de comer na padaria ou no trabalho. E a vida vai seguindo seu curso "normal". Mas de repente (ou talvez nem tão de repente assim), você se vê em um "caos" ao perceber que a normalidade da sua vida foi afetada. Então se você não tem um plano B, tudo fica difícil, você cai em tristeza, se sente vencido pelos "obstáculos" que surgiram no seu caminho.
O plano B tanto pode ser pra quando você se aposentar, mas também durante a vida, pois não sabemos o que vai nos acontecer amanhã. Podemos estar empregados ou não, termos nosso carro para ir ao trabalho ou não, o telefone funcionando ou não, e em tempos de dependência tecnológica, a rede pode cair e aí? Como você vai contar para seu amigo o que está fazendo?
É por isso que todos nós temos que ter sempre um plano B, ou C... e por aí vai.
Um filme excelente que mostra bem esse contexto é As Confissões de Schmidt com o sempre talentoso Jack Nicholson.

Pense em um plano B e vamos viver!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Cronos...

Cena do filme "Tarde demais para esquecer" (1957)

Ontem revendo um filme clássico do qual gosto muito e que se chama Tarde demais para esquecer, me peguei novamente pensando sobre o tempo, sobre planos, enfim, sobre a vida. Concordo que temos que ter planos sim, pois eles nos impulsionam e nos fazem ter um alvo, um objetivo a alcançar. Mas devemos usar o tempo como nosso aliado e não como o vilão das nossas vidas. Correr pra que? Muitas pessoas correm o dia todo pra lá e pra cá e muitas vezes nem sabe porquê e para quê estão correndo, e a vida vai passando e os detalhes diários ficando para trás. A felicidade se esvanecendo diante de tanta corrida e aceleração, não do coração a bater com mais amor e paixão, mas na competitividade desenfreada. O filme me fez pensar na questão dos planos: sim, o mocinho e a mocinha tinham planos, e eles motivaram as suas vidas nos próximos 6 meses. Um alvo a ser perseguido: estar juntos. Sobre o tempo: determinou-se um tempo para a felicidade de ambos - em 6 meses, seria bom ser feliz na hora em que se sente como tal, mas a vida nos prega surpresas e às vezes não dá pra ter aquela felicidade naquele momento. Medo de arriscar? Provavelmente.
A vida é pra ser vivida em seus grandes momentos, mas também em seus detalhes mais simples: um sorriso, um gesto, uma flor que se abre, o sol que nasce, a lua no céu.
Que Cronos esteja sempre do nosso lado e não como vilão de nossas vidas.

Vivamos!

sábado, 1 de agosto de 2009

Cartas de amor


As cartas ou missivas são uma forma de comunicação antiga e charmosa. Digo charmosa, pois pra mim há um encanto e charme ao escolher o papel, o envelope, a cor da caneta e especialmente as palavras que ali serão escritas.

Existem diversos tipos de cartas, mas hoje vou falar das cartas de amor.
Em tempos de internet, a magia das cartas, dos bilhetes, praticamente desapareceu. Hoje em dia o e-mail substituiu o papel e a entrega feita pelo carteiro.

A espera da chegada de uma carta de longe transformou-se na ansiedade deo sinal de uma nova mensagem na caixa de entrada do correio eletrônico. Principalmente, se a mensagem tão esperada vem da pessoa amada ou de quem vai se tornar enamorado/a.

Quem nunca recebeu ou enviou uma carta/um email de amor?

Aquela mensagem chega e faz o coração bater mais forte, a respiração muda de compasso, e as mãos tremem sob o teclado ou ao abrir o envelope.

Cartas, e-mails, bilhetes, sms - não importa o meio mas a mensagem que elas trazem, o sentimento verdadeiro naquelas palavras é que faz toda a diferença.



"Todas as cartas de amor são ridículas,
Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas."

Álvaro Campos





*Este post faz parte da blogagem coletiva de Agosto com o tema Carta de Amor, uma iniciativa do blog Vou de Coletivo. Passe lá! Inscrições todo dia 20 de cada mês e no dia primeiro do mês seguinte iniciam as postagens.