terça-feira, 31 de março de 2009

(Des)equilíbrio...

Todos os dias somos postos a prova, seja em que área da nossa vida...
Na amizade...
No trabalho...
No amor...
Em casa...
E em lugares que você menos espera.

O importante é manter a calma, respirar fundo e seguir adiante.

De nada vale uma discussão, uma lágrima caída, uma mágoa no coração...

Nossa essência nos manda ir adiante, sem medo de tentar mais uma vez, pois a cada erro temos consciência que na próxima vez faremos diferente.

Além da nossa essência, a confiança é que ditará com certeza o nosso novo olhar e caminhar...
E mais uma vez voltaremos ao equilíbrio.
Letícia Alves
Trilha do momento
Pensativa sobre o ser humano e suas tolices diárias

segunda-feira, 30 de março de 2009

Essência II...



Hoje pela manhã ao acordar vi uma pequena joaninha pousada sobre a tela do computador, e então me lembrei de algo que minha mãe sempre fala.
Que se uma joaninha pousar ou passear sobre você ou mesmo estiver perto é sinal que você vai ganhar um presente.Então prefiro pensar que ali ao me deparar com a joaninha, na verdade ela estava a me mostrar novamente que as simples coisas são essenciais na vida...
Um olhar...
Um gesto...
Uma palavra amiga...
A confiança na sua amizade.
A virtude de acreditar na sua palavra e não na dos outros.
Uma joaninha ali enfeitando a tela do meu computador me trouxe vários pensamentos...
Dessa forma, digo que tem coisas e pessoas que são essenciais em nossa vida, já outras.... nem tanto...


Letícia Alves

Trilha do momento

Certa de que na vida a essência é primordial

Essência...




A essência da vida e do ser está em cada um de nós e nas mais singelas coisas e gestos diários.
Não importa a palavra lançada sobre você,
Importa o que você verdadeiramente é.
Ser verdadeiro é essencial.
É como o ar que respiramos e a água que bebemos.
Assim como a confiança é a base de todo relacionamento, a pura essência do ser é necessária para o continuar na trilha da vida.

Se você errou, volte atrás, conserte, ainda dá tempo.
Você ama? diga isso, demonstre. O momento é agora, não deixe para amanhã.
Não gostou de algo? fale, converse, chegue a uma conclusão, não se acovarde e saia sem uma definição. Isso também é essencial.
Deseja algo? Vá em frente, lute, conquiste, você pode.

Enfim, é a essência que nos faz ser únicos e exclusivos e isso ninguém e nem nada pode nos tirar.


Letícia Alves

Trilha do momento
Pensativa acerca do ser humano e na perda de tempo que ele se impõe

sexta-feira, 27 de março de 2009

Confiança...

Confiança...
Base de qualquer relacionamento, seja amizade, familiar, amoroso, se essa base não é sólida de nada adianta levar em frente. É perda de tempo, energia, puro desgaste emocional e pessoal.

E esse substantivo é muito mais que nove letras ou um verbete de dicionário, é um sentimento que tem que ser recíproco, constante e intenso.

Hoje eu posso falar ou agir de forma que possa magoar alguém que amo tanto, mas se a confiança é a base desse amor, amanhã estarei rindo e brincando de novo com ela. Aceitado o pedido de desculpas e por vezes de perdão. Mas se não há esse laço, tudo se desfaz em questão de segundos, frágil como o vidro, fulgaz como a vida de uma borboleta, e tudo se esvanece e nunca mais voltará.

Confiar é o que nos traz a vontade de sempre querer acertar, ver no outro o que sinto e vice-versa. Ouvir meu coração e seguir adiante, mesmo que haja obstáculos. Pois como disse Fernando Pessoa " Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...... "

E nesse castelo forte será a morada do amor, amizade e carinhos tão almejados.

Mas se você se deixa vencer pelas pedras no caminho, tudo era muito frágil e não iria sobreviver jamais...


Letícia Alves
Trilha do momento
Pensativa sobre o mundo e as relações humanas

quinta-feira, 26 de março de 2009

Você no tempo....




Você...
Novamente nos meus pensamentos...
No meu dia-a-dia...
No meu coração...
Na minha vida...


Aprendizado constante...
Coração acelerado...
Respiração ofegante...
Sorrisos... gargalhadas...
Abraços...

Beijos roubados no meio da noite...


O seu corpo em busca do meu...
Meia luz, mas não meio amor...

Vontade incessante...
Desejos alucinantes...
Amor constante...


E muito mais importante...


As Tempestades constantes são brisas que deslizam nos corpos entregues em meio aos lençóis...



Letícia Alves
Trilha do momento
Felicidade constante

terça-feira, 24 de março de 2009

O tempo... a vida... e o aprendizado...



Mente turbulenta e cheia de pensamentos...
Vida que passa, mutável, dinâmica... Idas e vindas... Retornos, buscas incessantes e a vida mais uma vez a te ensinar. Que o tempo cura todos os males, que traz novidades, que te coloca em prova constante. Se para se encontrar é necessário se perder,as perdas já ocorreram... Mesmo que tenham sido em fração de segundos, como no bater de asas de uma borboleta, mas aconteceram...

A vontade agora é única: se encontrar e te encontrar em breve, assim aprenderei mais e mais que o tempo... sim! o tempo é senhor de tudo.


Letícia Alves

Trilha do momento
Coração batendo forte e na espera

Sobre o aprendizado....



Seu corpo estirado na cama e a cabeça dando mil voltas, pensamentos acelerados, lembranças que não paravam de povoar sua mente e aquelas lembranças a acompanhavam sempre.

Pensava no sorriso, nos sussurros ao telefone à noite, nas mensagens e mais mensagens trocadas durante o dia, na voz que a acalentava e a deixava sempre feliz e a espera de mais e mais. Do abraço terno e carinhoso e do beijo apaixonado e terno. Mas como ela mesma viu, eram somente lembranças.

Como chorar por algo que perdeu, se na verdade, ela nunca teve?

Mudanças são necessárias, doloridas na verdade, mas fazem parte de todo aprendizado.

Para se encontrar verdadeiramente é preciso se perder. Sim, se perder de tudo, dos conceitos antigos, das visões de mundo, de relacionamentos, da vida cômoda e certinha.

É preciso arriscar, investir, mudar, transformar. Somente assim haverá realmente um aprendizado. Pois ela não consegue aprender sobre o tempo de cada um, isso não existe!

O tempo é conjunto, indelével, dinâmico!

Não pode ser estático e do tipo "volto pra você quando estiver tudo arrumado".

A vida não é arrumada! Ela é feita de pedaços, de recortes, de colagens. Nunca está no lugar, pois é mutável. Agora está assim mas e daqui a 10 segundos?

Não se pode fazer da vida um rascunho, pois não haverá tempo para passar a limpo.

Mais uma vez as esperanças se foram e tudo começou a se perder....

Então está se iniciando a fase de se encontrar...
Letícia Alves
Trilha do momento
Algo por você
Engenheiros do Hawaii

domingo, 22 de março de 2009

Aprendizado...


Com você eu aprendi que a distância não é somente um espaço que separa lugares e/ou pessoas, mas que também pode separar sentimentos...
Com você aprendi que o amor não é apenas uma palavra com quatro letras, mas envolve respeito, companheirismo, cumplicidade, confiança e a nossa cama...
Com você aprendi que não existem príncipes encantados como nos contos de fadas, que não há cavalos brancos, nem fadas e nem bruxas. Mas existem seres humanos que sentem, que mentem, que choram, que são felizes, que lutam e que sempre estão em busca...
Com você aprendi que a palavra saudade, é muito mais que sete letras ou um substantivo que só existe no Brasil. É sentimento forte e muitas vezes enorme que sufoca e nos faz querer estar perto sempre mais e mais...
Com você aprendi que a vida não é material, é mental. É muito mais do que um carro, uma casa, um emprego ou ser famoso, é um aprendizado contínuo e incessante, é dividir toda a sua existência com quem se ama e se quer bem, é evoluir sempre, errar menos...
Com você aprendi que é possível voltar atrás, tentar mais uma vez, rever conceitos e valores, mudar....
Com você aprendi que amizade não está no dicionário, mas no compartilhamento do nosso ser, das nossas alegrias, tristezas, angústias, vitórias e da vida em sua mais terna plenitude...
Com você aprendi que temos que ter paciência e ir devagar...
A única coisa que não consegui aprender ainda com você é o tempo de cada um.... mesmo você me mostrando que isso é necessário...
Mas não desisti, pois vou aprender muito mais com você!
Letícia Alves
Trilha do momento
Coração batendo mais calmo

sábado, 21 de março de 2009

Ausência...



Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar seus olhos que são doces...
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres exausto...
No entanto a tua presença é qualquer coisa, como a luz e a vida...
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto...
E em minha voz, a tua voz...


Não te quero ter, pois em meu ser tudo estaria terminado...
Quero só que surjas em mim como a fé
nos desesperados...
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada...
Que ficou em minha carne como uma nódoa do passado...
Eu deixarei...
Tu irás e encostarás tua face em outra face...
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada...
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu...
porque eu fui o grande íntimo da noite...


Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa...
Porque os meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
E eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos
Mas eu te possuirei mais que ninguém, porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar,
do vento,
do céu,
das aves,
das estrelas,
serão a tua voz presente,
tua voz ausente,
a tua voz serenizada.

Vinícius de Morais
Trilha do momento
Coração sempre esperançoso

sexta-feira, 20 de março de 2009

Longe... perto.... onde?


E na verdade quando tudo parecia tão perto, tão próximo...
Na prática estava muito longe, parecia inatingível, de uma forma incomensurável...
Tudo não passou de ilusão? Apenas desejos? Busca insana?
A distância tornou-se muito maior entre a mente e o coração, entre o querer e o poder.
Geograficamente tão perto, mas emocionalmente muito longe.
E onde?
Caminhos humanos são sempre complexos, pode se ir do céu ao inferno em segundos...
Sorrir em um instante e chorar logo em seguida...
Mas também pode-se conformar ou lutar, parar ou caminhar!
Estou escolhendo caminhar!
E que o ontem seja passado, o presente seja a vida, e o futuro?
Ah, não quero pensar no futuro não... vamos viver um dia de cada vez.
E então hoje é o primeiro dia!
Letícia Alves
Trilha do momento
Coração esperançoso em mudar o rumo

Paciência????


Definitivamente após refletir, cheguei a uma conclusão talvez não muito boa: eu não tenho o dom da paciência e nem da espera. Por isso é que admiro as mulheres que são mães. Afinal, depois de tanto planejar o tão sonhado filho, elas esperam por 9 meses pra conhecer e ter nos braços aquele anjinho lindo, tão frágil e dependente de cuidados, carinho e atenção. Então essas grandes mulheres com certeza tem o dom da paciência e da espera.

Paciência se exercita ou não? Infelizmente nesse momento eu creio que não, posso até mudar de idéia, afinal, como seres humanos que somos vivemos um aprendizado a cada dia.

Então declaro meu novo status: não é aguardando, nem esperando, nem com paciência.

O novo status é: SEGUINDO EM FRENTE!!!

Letícia Alves

Trilha do momento
Coração batendo em ritmo de retomada

quinta-feira, 19 de março de 2009

Status: aguardando???????

Tudo bem! Depois de ouvir bastante gente falando: "Não espera tanto", e outras frases similares que convergiam sempre para o fato de que não se deve aguardar, eis que dou um tempo na Síndrome de Scarlet e me lanço na busca e na solução dessa espera angustiante e o que acontece?


Sinceramente?


Não sei o que pior, o status: aguardando.... ou o tipo: "estou cheio de problemas, deixa essas conversas pra mais tarde,eu te procuro".


E toda aquela imaginação fértil, tá eu sei, eu imagino demais, penso demais, resulta nisso.

E o que faço? Não sei! Será que voltei ao status: aguardando.... mas agora com a consciência do que está realmente acontecendo?


Letícia Alves
Trilha do momento
Coração batendo mais fraco

terça-feira, 17 de março de 2009

Status: aguardando....

Espera angustiante, entediante...
Decisões a tomar!Fruto de nossas escolhas, e escolhas essas que por vezes foram difíceis de tomar.
Depois da escolha acertada e a vida dando voltas é preciso domar essa impaciência insana de querer viver todo aquele tempo perdido. Todas as risadas não dadas, as confidências não feitas, o choro não consolado, o abraço não sentido, o beijo apaixonado lançado no tempo.
Essa espera que corrói o ser! Que faz padecer! Que tira sua concentração e o chão e que te coloca no patamar muitas vezes da indecisão. Será que acertei?!?
Oras, siga seu instinto, seu coração! Mas será?
Ansiedade desenfreada que faz um cachorro parecer um leão, uma leve brisa aparentar uma tempestade, e uma espera apenas de algumas horas e/ou dias transformar-se em uma eternidade.
Pensamentos voam, ganham dimensões gigantescas, homéricas. Ah, sofrimento inútil, eu sei! mas mesmo assim não consigo mudar. Ou será que não quero?!? A vida é um aprendizado e vou seguindo. Mas que mudanças doem, ah! como doem! Principalmente quando você está do outro lado, aquele lado que há pouco tempo não era seu e então era bastante cômodo.
Mas sigo perseguindo a felicidade e me dando mais uma chance!!!!
E assim me lanço nesse status: aguardando....
Letícia Alves


Trilha do momento
Respiração descompassada

Meme - Muito mais de você

Respondendo ao Meme - Muito mais de você recebido da minha amiga Joyce.

Quando e Por que resolveu criar o blog?
O blog eu criei em Setembro de 2007 por curiosidade, pois via que muitas pessoas tinham e queria saber o que era. Mas minha primeira postagem só ocorreu em 28 de Fevereiro de 2008.

Depois que o blog entrou no ar, o que mais te dá satisfação em relação a ele?
Ter conhecido muitas pessoas mesmo que ainda no plano virtual que tem pensamentos muito diferentes entre si. Isso pra mim representa uma riqueza nas relações humanas.

Quais os assuntos que seu blog trata?
Vários! Eu o criei com a finalidade de jogar as palavras ao acaso, ao vento, libertar-me. Fala sobretudo das relações humanas, o amor principalmente e a amizade.

Qual o assunto que você mais gosta de postar?
O amor sempre!

O que te dá mais prazer em blogar?
Escrever, brincar com as palavras. Por que você deu este nome ao seu blog?
O nome do blog é em francês "Je suis en train de chercher", e a tradução, não literal seria "Estou em busca". Mas ao longo do tempo devido ao meu nick (Tempestade), muitos apelidaram meu blog de Tempestade. Mas não me incomodo não, acho charmoso!!!!

Você gosta de mudar de template? Quantas vezes mudou seu template?
Fui apresentada ao mundo dos templates pela Joyce, e achei muito legal, mas ainda estou em fase de aprendizado. No meu outro blog dos selos de vez em quando eu faço uns testes, mas ainda não aprendi muito não. Desse blog aqui não mudei nenhuma vez.

O que você faz quando está longe da Internet?
Leio livros. Literatura em geral ou ouço músicas.

Blogs ou sites que acha que deve sempre visitar?
Blogs: dos amigos que fiz e de visitantes que aparecem no meu.
Sites: já tenho marcados os favoritos: notícias, da universidade onde estudo e assuntos correlatos, como poesias e textos em francês, dentre outros.

Já teve algum problema com comentarista?
Até o momento não!

Blogueiro(a)(s) que admira?
Gosto de ler blogs que revelam a pessoa e textos próprios. Quem tem facilidade em escrever me atrai a atenção também.


Para finalizar a entrevista, um bate-bola super rápido ...

Nome: Letícia
Idade: 34
Local Onde Mora: Belo Horizonte
Comprometido(a): Espero que sim logo!!!
Um mês: Julho
Um ano: 2007
Uma letra: R
Uma estação: Verão
Uma flor: Rosas
Uma fruta: Uvas
Uma matéria: História
Um passatempo: Leitura francesa
Um esporte: nenhum
Um herói: quem me inspira a seguir em frente
Um filme: A espera de um milagre
Uma música: Making Love - Air Supply
Um programa: Simpsons
Um time: nenhum
Uma mania: arrumar a cortina do quarto até ficar do jeito que quero, daí consigo dormir!
Uma profissão: Bibliotecária
Um sonho: ser feliz
Uma coisa importante: alguém que me entenda e ame como sou!
Uma sorte: ser LIVRE!!!!
Um medo: de cirurgia!
Um amor: .................... (completo depois)
Uma paixão: a vida!!!
Um desejo: casar e viajar pelo mundo!
Um perfume: não uso!
Adoro: ler
Odeio: esperar
Amigos: Sempre.
Um lugar: minha cama
Um cheiro: O dele.
Um horário: a noite!
Um sorvete: Flocos
Um ciúme: do que amo!
Uma cidade: Paris
Uma dor: perdas.
Uma saudade: do que perdi!
Uma peça de roupa: saia
É indispensável: sinceridade
Um website: http://www.lemonde.fr
Um defeito: Impulsividade
Uma qualidade: Sinceridade
Uma comida: massas
Um doce: doce de leite
Uma lanchonete: nenhuma
Um restaurante: comida caseira
Uma frase: "Você ainda me quer?"


Quem será o próximo entrevistado?
Todos os amigos que se sentirem a vontade com as perguntas!

domingo, 15 de março de 2009

Insistência...


Insistência...
Divergência...
(In)conseqüência...
Desistência...
Existência...
Congruência...
Persistência....

Vivência...
Cadência...
Excelência...
Pungência...

Conseqüência...
Urgência...
De ter você!!!!
Letícia Alves
Trilha do momento
Coração batendo forte

sexta-feira, 13 de março de 2009

Chance pra mim? pra você? pra nós?



Durante toda a semana li em vários blogs de amigos, esbarrei em textos na internet e até em conversas de conhecidos sobre o assunto: dar uma chance a alguém.

Pensando...pensando... cheguei à conclusão que na verdade a gente se dá uma chance e não dá uma chance à alguém.

Talvez pareça egoísta, mas se pensarmos que damos uma chance a alguém, essa atitude pode também parecer um favor, um consolo, e não é isso.

Então fico com a primeira: a gente se dá uma chance, seja no amor, na profissão, na amizade e por aí vai.

E então resolvi ME DAR UMA CHANCE e não me importa o que vai acontecer, só quero ser FELIZ.


Se dêem uma CHANCE SEMPRE!


Beijos Tempestuosos!

Écrivaine...



J'écris.
Je cherche.
J'aime les quêtes et les questions.
J'aime les mots, l'humanité et les animaux.
J'aime les échanges et le silence.


Je m'intéresse à l'amitié,la sororité et la fraternité,
à la justice et à la liberté,
à l'intime et à l'étranger,
notamment au Brésil,
aux arbres et aux eaux.


Claire Varin

quinta-feira, 12 de março de 2009

Selos Tempestuosos...

Queridos amigos,

A partir de hoje tenho outro blog,
Selos Tempestuosos que abrigará todos os selos que ganhei ou que ainda vou ganhar!
E lá também como aqui estarão expostos os meus primeiros selos que me foram dados de presente pela amiga
Joyce.
Ofereço aos meus seguidores e amigos leitores do blog, e como disse a Joyce: "Cada pessoa pode pegar o que mais combinar com as cores do seu blog."
Beijos Tempestuosos!








Você já beijou uma bibliotecária hoje?!?!



Hoje no dia 12 de Março comemora-se o dia do bibliotecário (ESSA PROFISSÃO QUE ABRACEI POR AMOR). O dia foi criado em homenagem ao engenheiro e bibliotecário por vocação, Manuel Bastos Tigre. Ele nasceu em 1882 no dia 12 de Março e ao finalizar o curso de engenharia em 1906 foi para os Estados Unidos fazer um aperfeiçoamento em eletricidade. Chegando lá conheceu o bibliotecário Melvil Dewey que havia criado o Sistema Decimal de Classificação (o endereço do livro nas estantes das bibliotecas). Em 1915, ele larga a engenharia e passa a se dedicar à biblioteconomia, área que o fez ficar apaixonado.
Foi aprovado em concurso para o Museu Nacional do Rio de Janeiro com o estudo sobre a Classificação Decimal. Em 1945 foi transferido para a Biblioteca Nacional, onde permaneceu no cargo até 1947, logo em seguida, assumiu a direção da Biblioteca Central da Universidade do Brasil, na qual trabalhou, mesmo depois de aposentado, ao lado do Reitor da instituição, Professor Pedro Calmon de Sá.

Atualmente, na Classificação Brasileira de Ocupações, a CBO, o bibliotecário pertence à família dos Profissionais da Informação. Nada mais justo, pois o profissional que "nasceu" no âmbito das bibliotecas desde a biblioteca de Alexandria, hoje atua nos mais diversos espaços trabalhando com a informação e o acesso à ela. Não importa em que suporte, desde um cd à uma base de dados, e de um documento do século XVII ao mais novo implemento tecnológico.

Garantir o acesso igualitário à informação é nosso maior desafio, pois acreditamos que além desse acesso, a compreensão da informação em seu contexto, pode garantir melhorias notavéis na cidadania de qualquer população no mundo.

Parabéns a todos os bibliotecários que abraçaram essa profissão com amor e que acreditam que a partir do acesso e uso da informação, cada ser humano poderá refletir e se tornar mais consciente de sua missão nesse mundo.

Você já beijou uma bibliotecária hoje?!?!


quarta-feira, 11 de março de 2009

Amizade...



Falar de amizade é falar de companheirismo,
De olho no olho,
De ombro quando estamos bem ou mal,
De telefonemas em horários “inapropriados”,
De risada despretensiosa,
De conselho fora de hora.


De abraço apertado,
De beijo doce,
De mãos cúmplices.
De verdades ditas.
De brigas por que se ama.
Da imensidão do ser humano.


Falar de amizade é,
Esperar o momento de ouvir,
O momento de falar.
O momento de simplesmente abraçar em silêncio.
De contemplar as estrelas juntos.
Contar as gafes cometidas,
O segredo a ninguém confiado.

Enfim, a amizade sempre será muito mais que sete letras e um verbete no dicionário!


Beijos Tempestuosos!

Dedico esse texto a todos os meus amigos!

Momento dos selos...

Bem, já faz alguns dias que recebi esses dois selos que vou postar hoje do amigo Olavo.
Então vamos lá!











Regras:
1- Postar a imagem do selo e o link de quem te enviou no seu post;
2- Repassar para quantas pessoas achar que deve! (nada de números pré definidos de blogs a serem presenteados)
3- Escrever uma frase que você goste!!
Frase: “Saudade é o amor que fica!”








Regras:

1- Exibir a imagem do selo "Seu blog é ROXIE!"
e escrever essas regras abaixo dele.
2- Colocar quem te deu o selo nos seus blogs indicados (amigos).
3- Escrever 5 coisas que são ROXIE (1ª sobre música, 2ª sobre televisão e cinema, 3ª três países que gostaria de conhecer, 4ª três cores favoritas e 5ª três hobbies)
4- Indicar 10 blogs que você ache ROXIE.
5- Avise a pessoa (LÓGICO)

As cinco coisas Roxie

1) Eric Clapton (estou nessa fase)
2) Filmes na TV e no cinema
3) Brasil, França e Egito
4) Verde, Azul e Lilás
5) Ler, escrever cartas, ouvir músicas

Vou oferecer esses dois selos aos queridos seguidores do meu espaço e leitores que por aqui passarem!

Beijos Tempestuosos!


terça-feira, 10 de março de 2009

Amizade descompromissada?!?!?

A vida é cheia de surpresas!
Hoje estamos aqui escrevendo, lendo, ouvindo músicas! Está bem que nem sempre lendo coisa que presta. Já explico: é que convencionou-se dizer que o que presta é literatura ou jornal!
Mas outra surpresa é como uma amizade de quase três anos termina em uma hora?
Pois todos os meses há quase três anos eu visito meu amigo e conversamos durante meia hora ou quarenta minutos (está certo que às vezes ele fala mais e eu escuto), mas é uma amizade!
Com chuva ou com sol lá estava eu sempre na hora combinada, às vezes ele me ligava dizendo que não podia encontrar comigo no horário e marcava outro dia, outra hora.
Que agonia! Pois o intervalo maior de um mês me deixava apreensiva, sem notícias, sem saber o que seria de mim no próximo encontro!
E assim construi uma amizade sólida e sincera, descompromissada?!?!? da minha parte ou da dele? isso não sei!
E hoje lá fui eu mais uma vez para o encontro marcado há mais de um mês, dessa vez eu pedi pra antecipar, na verdade o veria amanhã, mas como eu tinha outro compromisso, ele aceitou me ver hoje. E ao fim do encontro percebi que mês que vem ainda vou vê-lo, e nos outros espaçadamente! Que tristeza!

**********************************************************************************


E esse foi o desfecho do meu tratamento ortodôntico e então verei menos meu amigo dentista. Agora esporadicamente!
A partir de hoje sorriso novo!
Beijos Tempestuosos!



segunda-feira, 9 de março de 2009

Meia luz...

Meia luz...
Música...
Vinho...
E sabia que tudo iria começar...


Carícias...
Desejos...
Mãos...
Afagos...
E o mundo desaparece completamente!

Mãos que percorrem os mais íntimos lugares...
Respiração ofegante....


Acalenta-me....
Possua-me...
Carrega-me...
Ama-me como nunca...


Por que sei que vou te amar sempre assim!

Letícia Alves


domingo, 8 de março de 2009

Mulher...



Mulher...

Palavra tão doce e forte ao mesmo tempo!

Anjo,
Mãe,
Amiga,
Irmã,
Esposa,
Amante,
Trabalhadora,
Psicóloga,
Professora....

Várias e ao mesmo tempo tão única!

Conquistou seu espaço, mas ainda é um ser humano que tem seus momentos de altos e baixos, alegrias e tristezas, vitórias e fracassos.

Tem que se permitir ser frágil sim, pois no mesmo momento que é uma fortaleza pode ser uma manteiga derretida!

Não saberia o que escrever hoje, mas penso que não poderia passar em branco.

Feliz Dia Internacional da Mulher a todas as mulheres que por aqui passarem!


Beijos Tempestuosos!


sexta-feira, 6 de março de 2009

Eu já...



Eu já...
Chorei de alegria,
Por amor,
Pela dor da ausência.

Eu já...
Fiz loucuras por você,
Te olhei dormindo,
Te acordei com carinho.

Eu já...
Fingi estar doente,
Não atendi ao seu telefonema,
Briguei por você!

Eu já...
Senti sua presença,
Conformei com sua distância,
Me despedi uma vez!

Eu já...
Amei dois ao mesmo tempo,
Ri da situação,
Andei de mãos dadas,
E caí na desilusão!

Eu já...
Quis ser mulher quando era menina,
E ser menina quando era mulher!
Eu já...
Te trouxe do passado,
Te tive no presente,
Mas não sei do futuro!

Eu já...
Fui somente sua,
Dormi ao seu lado nua,
Amei por inteiro!

E eu sempre serei....


Letícia Alves

quarta-feira, 4 de março de 2009

Espelhos quebrados... Sonhos despedaçados...




Se o espelho reflete uma imagem é natural que essa mesma imagem seja real e corresponda ao que está em frente a ele.

Mas e quando essa imagem desaparece? Foi tragada para dentro do espelho e a imagem refletida não está mais lá. O que fazer?

Todos os dias ao olhar no espelho vemos refletido nele a verdadeira essência que somos, percebemos nosso olhar, o brilho ou não dos olhos, o sorriso contido ou franco, os gestos, o corpo.

Diante daquele painel laminado estamos despidos de nós mesmos, pois ali não há máscaras, não há farsas, você se vê, se conhece, se projeta.

Naquele momento de reflexão, refração, distorção, você conversa com seu Eu, faz planos, se elogia ou mesmo derrama lágrimas, se entristece, se aborrece.

Companheiro, confidente, aquele que te mostra sempre por inteiro.

Mas se o espelho se quebra e se desfaz em mil pedaços, leva consigo toda aquela ilusão, aqueles desejos, vontades e emoções...

Sonhos despedaçados...

É melhor não tentar colar os fragmentos deixados no caminho, siga em frente, varra os cacos, jogue fora, ficou no passado. Compre outro espelho e se projete para o novo, para novos sonhos, novas ilusões, novos sorrisos, novas vontades, novos ares, e por que não: novas Tempestades!


Letícia Alves
Trilha do momento
Cidadão Quem
O Amanhã Colorido

Passado... Presente... Futuro....

Pensando...pensando...
Talvez eu esteja no passado e "forcei" um presente que não haverá futuro.
Infelizmente a janela pela qual eu tentava ver está assim: trincada...
Letícia Alves
Trilha do momento
Não tem

terça-feira, 3 de março de 2009

Anseios...


Desejo adormecido,
Envelhecido?
Apenas contido!


Você me desperta,
Me atrai,
Me sufoca,
Me impulsiona.


Em mim,
Suores,
Transpira excitação,
Desejos,
Vontades,
Alimentas minha imaginação.


Percorres as mãos em mim...
Excita-me mais uma vez,
Acaricia-me,
Anseia-me,
Anestesia-me...
Delicio-me...
Extasio-me dentro de você!

Letícia Alves

Trilha do momento
Respiração Ofegante

domingo, 1 de março de 2009

Inverso...



O verso

O inverso

O reverso

Essa sou eu!



Letícia Alves


Trilha do momento
Careless Whisper
George Michael